Estilista ataca Pabllo Vittar, Glória Groove e Urias: “Me explorou”

Publicado há 2 meses
Por Erlan Bastos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É confusão de primeira que você gosta de ler? Encontrou a nota certa. A história a seguir envolve quatro cantoras e um estilista. O vídeo publicado traz relatos de Apolinário bastante indignado querendo esclarecer problemas que teve com a cantoras: Linn da Quebrada, Glória Groove, Pabllo Vittar e com Urias. É B.O transbordando envolvendo todas as citadas, tantos acontecimentos que o estilista confirma ter acontecido que não cabem inclusive nesta nota.

CASO URIAS

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em primeiro lugar ele cita Urias falando que fez dois figurinos para a cantora utilizar na premiação brasileira MTV Miaw da MTV. De acordo com o rapaz, ela foi para a premiação e utilizou as roupas, voltou para Uberlândia em Minas Gerais, onde reside e depois de alguns meses ele procurou a cantora pedindo para que devolvesse uma das peças. Ele especifica que se trata de uma ‘jaqueta’ muito cara. Urias aceitou a entrega no primeiro contato e continuaram a conversa, após um tempo, uma terceira pessoa disse ao estilista que encontrou a jaqueta e a enviou. Essa jaqueta estava quebrada por completo quando abriu a caixa, ele acredita que a peça foi emprestada para outras pessoas e o artigo de arte, criado por ele, foi tratado com desdém e jogaram fora sua criação de uma maneira como se fosse um ”lixo”.

Apolinário explica que a jaqueta estourou, mandou mensagem para Urias e ela bloqueou o estilista nas redes sociais. O mesmo fez uma segunda conta e procurou a cantora bastante irritado: “Isso me vulnerabilizou em um lugar tão forte, que fui morar na rua. Eu queria realmente que vocês tirassem da memória, Urias, Linn da Quebrada, Glória Groove, todos os momentos que vocês sentaram pra trocar ideia comigo. Em qual deles eu fiz vocês se sentirem um pedacinho do que estou falando, de como vocês estão fazendo eu me sentir ainda? Ninguém nunca me pediu desculpas”. O estilista ainda aproveitou o momento para chamar Urias de salafrária e mau-caráter. Eita!

CASO LINN DA QUEBRADA:

Apolinário também declarou com detalhes o que aconteceu entre ele e Linn da Quebrada:
“O que rolou foi, ninguém queria emprestar o bagulho e estava caro para alugar. Fizemos juntos essa coleção eu e Gabriel Carneiro e ele também fez outras coisas, as coordenações e teve os looks coordenados da Jup [do Bairro]. Teve esse retorno com feat. Eduardo Replay e na bola de meia eu descobri que ela [Linn] tinha descartado as minhas coisas ou não fazia ideia de onde estavam. Quando eu fui realmente questionar com mais força e perguntar sobre meus bagulhos, ela ficou metendo o louco pra cima de mim durante três meses seguidos falando que ia pedir pra fulano olhar, que beltrano foi demitido e três meses a Linn ficou assim. Eu mandei um áudio bem malcriado e desliguei a amizade, só que durante esse processo da Linn eu estava terminando de confeccionar a minha coleção para desfilar na Casa dos Criadores e que eu fui limado por conta da L. É outra treta que quero muito contar, me entristece muito, mas isto irei cobrar de outro jeito”.

Apolinário explica que fez a coleção com dezoito looks para diversos eventos, inclusive, o look que ela utilizou na premiação é dele e Linn da Quebrada ganhou o prêmio de ‘mais bem vestida do evento’. Ele explica que Jup do Bairro devolveu tudo. O problema segundo ele, é Linn da Quebrada ter descartado suas obras.

CASO GLÓRIA GROOVE

Ele diz nunca ter cobrado dinheiro para suas criações e revela que a única vez que cobrou valor, foi cem reais de Glória Groove para acompanhar ela nos eventos, uma espécie de custo de deslocamento por sair de mala, trabalhar como assistente e porque sozinho não dava pra trocar ela: “Glória Groove nunca me pagou vale transporte, pior patroa”.

CASO PABLLO VITTAR

“Pabllo Vittar nunca me pagou nem vale refeição. Sabe o que ela fazia? Ela fazia você pedir a comida e ela pagava a comida, o trato sempre foi tão desassalariado e tão na camaradagem”.

A coluna procurou a assessoria de Linn da Quebrada, Urias, Pabllo Vittar e Glória Groove e não obteve retorno. O espaço segue aberto.

O conteúdo publicado nesta coluna é de inteira responsabilidade do colunista e não reflete necessariamente a opinião e práticas do Observatório dos Famosos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio