Edi Rock é acusado de estupro, mas se defende

Membro dos Racionais MC's foi acusado por Juliana Thaisa, doula e conselheira sexual; rapper disse que sua inocência já foi provada judicialmente

Publicado em 22/06/2022 09:00
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O rapper Edi Rock, um dos integrantes dos Racionais MC’s, está sendo acusado de estupro por uma doula e conselheira sexual, chamada Juliana Thaisa. O artista usou as redes sociais para se defender das acusações, após um longo desabafo da suposta vítima.

Em uma sequência de stories feitos no Instagram, Thaisa mostrou vídeos em que o artista aparece nos corredores do prédio em que ela mora. As imagens mostram Edivaldo Pereira Alves, (nome verdadeiro do cantor, que tem 51 anos) e funcionários do prédio que teriam tentado ajudá-la.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No relato, Juliana contou que tentou fugir de casa na companhia da filha pequena, mas o rapper teria a impedido. A doula conta que não foi devidamente escutada pela Justiça e mostrou um boletim de ocorrência, que foi registrado no dia 1 de junho do ano passado, em São Paulo, no bairro Vila Buarque. “Processo arquivado não inocenta abusador. Só existe para invalidar e silenciar as vítimas porque o sistema é patriarcal, machista e misógino”, escreveu Juliana . Ela ainda completou:

“Ei, você, Edi Rock, desejo do fundo da minha alma que você pague em vida por tudo o que me causou. Desejo que sua vida seja destruída sete vezes mais do que você destruiu a minha, que você apodreça por dentro”.

Trecho do exposed contra Edi Rock feito por Juliana Thaisa (Reprodução/Instagram)

Nas redes sociais, Edi se pronunciou, dizendo que o caso já foi solucionado pela Justiça, e reiterou sua inocência, alegando que Julia está mentindo a seu respeito: “Os fatos expostos tornaram a narrativa apresentada ilegítima e caluniosa. Meus advogados cientes, tomaram as medidas cabíveis.”,  declarou Edi Rock no Twitter.

Até o momento da produção desta nota, Mano Brown, Ice Blue e KL Jay, os outros integrantes do grupo, não se pronunciaram a respeito do caso.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio