Zezé Di Camargo e Luciano são processados por viúva de ex-segurança

Marcela Boldrin de Mello, viúva do ex-segurança da dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano,alega que condições precárias de trabalho contribuíram para o suicídio do marido

Publicado em 13/06/2023 11:50
Publicidade

Marcela Boldrin de Mello, viúva de Alex Sandro Rosa, que atuava como segurança da dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano e cometeu suicídio em novembro de 2014.

De acordo com a entrevista de Marcela ao jornal O Dia, seu advogado afirma no processo que Alex nunca teve carteira assinada, não recebia 13º salário, não teve FGTS recolhido e nunca tirou férias durante seu período trabalhando para a dupla.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além disso, a ação judicial argumenta que o trabalho do segurança expunha Alex a um risco constante de violência, roubo e assalto. O advogado afirma que, devido ao alto risco da função, Alex deveria ter tido uma indenização garantida em caso de morte, independentemente da causa.

A viúva acredita que a pressão do trabalho foi um fator determinante no suicídio do marido. Ela está reivindicando uma indenização de R$ 800 mil no processo trabalhista.

A assessoria de imprensa de Zezé Di Camargo e Luciano respondeu que a empresa ZCL Comércio, Promoções e Produções Artísticas, que representa a dupla, ainda não foi notificada sobre o processo. Portanto, os cantores não irão se pronunciar sobre o caso até que haja uma notificação oficial, a fim de evitar especulações sobre o assunto.

Incêndio destrói acervo de 32 anos de carreira da dupla Zezé Di Camargo e Luciano

(Zezé Di Camargo e Luciano | Foto: Divulgação)

Zezé Di Camargo e Luciano, uma das maiores duplas sertanejas do Brasil, perderam uma grande parte de sua história em um incêndio. Apesar de estarem constantemente no centro de rumores de separação e se dedicarem às suas carreiras solo, os irmãos acumularam uma vasta coleção de itens ao longo de 32 anos de carreira, que foi devastada pelo fogo.

Luciano Camargo compartilhou pela primeira vez informações sobre o incêndio que destruiu o acervo da dupla durante uma entrevista no programa Hora da Venenosa, apresentado por Fabíola Reipert. “Pegou fogo em um dos galpões que eu tenho em Goiânia e destruiu tudo, todo o acervo que eu tinha de Zezé Di Camargo e Luciano. Quase ninguém ficou sabendo, apenas pessoas mais próximas”, revelou Luciano.

Ele ainda contou que Kiko, integrante do grupo KLB e cujo pai foi empresário da dupla, foi um dos que souberam do incêndio e presenteou Luciano com vários itens. “Ele me presenteou com todos os discos de ouro, diamante, platina, que o pai dele, que era nosso empresário, também ganhava. Confidenciei isso para alguns fãs mais próximos e eles estão nos dando presentes”, explicou o cantor.

Luciano também expressou sua gratidão aos fãs que têm ajudado na reconstrução do acervo da dupla, contribuindo com presentes e memorabilia. “Eu resolvi falar disso um pouquinho para agradecer os fãs que têm tudo de Zezé di Camargo e Luciano”, concluiu.

O trabalho de recuperação do acervo perdido continua, com os fãs ajudando a reconstituir parte do que foi destruído pelo incêndio.

Confira mais notícias sobre música sertaneja no Movimento Country com Hedmilton Rodrigues

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio