Suzy Rêgo
Suzy Rêgo e os filhos (Divulgação)
  • Entrevista: Leandro Lel Lima

Com mais de trinta anos de carreira, a atriz Suzy Rêgo é uma mulher empoderada e sabe importância que tem por ser uma artista reconhecida por milhares de mulheres e homens também. Num bate-papo com o Observatório dos Famosos, Suzy, 52 anos, mãe de dois garotos, ressaltou a sua beleza interior e exterior e deu valiosas dicas de autoestima.

Convidada especial do Encontro com Fátima Bernardes da última quinta, 25/04, onde reencontrou seu pai depois de quase dois anos sem se verem, a atriz relembrou sua infância ao lado da família. Suzy é casada com o também ator Fernando Viera. O casal é pai dos gêmeos Marco e Massimo, de nove anos.

Por ser a única mulher em casa, a atriz revelou que o diálogo e bons exemplos com os filhos e o marido ajudam a combater o machismo: “Isso nem existe em minha casa. Somos praticantes do respeito ao ser humano”. A atriz estampa a nova coleção de Dia das Mães da marca Maison SPA, voltada para mulheres com curvas.


Ainda na entrevista, a atriz – que está em cartaz até o dia 05/05 com a peça As Mulheres de Shakespeare, Teatro Novo, em SP – contou como foram os bastidores do encontro com seu pai na Globo: “Um festival de abraços e beijos. Ele trouxe queijo coalho, minha mãe Diva me presenteou com enxoval para meu quarto”.

Confira:

Por que é importante para uma artista como você dar voz e representatividade para milhares de pessoas que não se enquadram no padrão estabelecido pelo mercado de moda etc?

O único padrão que defendo é o da saúde. Tenho liberdade para mudar meu corpo como e o quanto quiser. Mudo cor de esmalte, de tinta do cabelo, de cor de batom e também de manequim. Então sou só porta voz da felicidade, sem padrão.

Padrão de modelo de passarela até manequim 42 é acima de 1,75m… Nunca vi nenhuma campanha para esticar a altura das mulheres.

Falemos mais de qualidade do sistema de saúde, para que toda mulher possa fazer seus exames de rotina, para que tenha atendimento médico adequado, para que conheça seus direitos.

Vamos divulgar mentes criativas, inovadoras, revolucionárias, inventivas, saudáveis e amorosas. Que o padrão seja o amor.

Se recorda de alguma situação em que não encontrava roupas para o seu manequim ou alguma fã lhe abordou para fazer um desabafo?

Sim, e sempre repito: valorize o hoje. Hoje faça seu melhor. O caminho começa com o primeiro passo. Cuide da saúde. Peça ajuda.

Como lidar com a pressão imposta pelo corpo magro, em dia, malhado etc etc?

Essa pressão nem chega em mim. Estou sempre disposta a adaptar meu corpo às personagens, é meu instrumento. Reconheço que o sobrepeso me causa dor nas costas, mamas, pernas e joelhos. Já retomei com o método @pronokal, pois alguns exames estão irregulares e agendei caminhadas e yoga para já. Mas quem me assiste no teatro, “Mulheres de Shakespeare”, se encanta com meu vigor físico, vocal e interpretativo durante uma hora e meia sem parar no palco com a Ana Guasque. São dez personagens.

Quais os cuidados que você tem com a saúde?

Exames periódicos, água, amor próprio e a retomada da atividade física e reeducação alimentar.E mais: leitura, amigos, pensamento positivo, atitude otimista e amor.

Ficou surpresa com o encontro com seu pai? Quando foi a última vez que falou com ele por telefone?

Fiquei feliz. Falei com ele há 1 minuto. Está super famoso e um sucesso em Recife e nas redes sociais. Um astro.

E como foi depois que o programa acabou?

Maravilhoso. Um festival de abraços e beijos, risadas e selfies, só felicidades. Ele trouxe queijo coalho, minha mãe Diva me presenteou com enxoval para meu quarto, uma festa abençoada.

Ele já voltou pra casa dele? Ou está com você agora?

Já está em Recife só na ostentação. O velho lobo do mar, Max Rêgo quebrou a internet.

Se recorda do dia em que ele te viu pela primeira vez no palco, na TV? Qual foi a reação?

Eu me exibo desde os 3 anos de idade, fazia show em casa com toalha na cintura e maquiagem da minha mãe. Meu pai sempre incentivou. Fui oradora da turma aos 5 anos porque aprendi a ler nessa idade. Eles estão acostumados com a estrela precoce.

Como foi a sua infância?

Livre, mudando de estado sempre, Rio de Janeiro, Pará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, muitas escolas diferentes, outras culturas, outros amigos. Super marcante e divertida. Meu pai serviu a Marinha.

É muito diferente da vida que seus filhos levam?

Nem tanto. Brincamos com eles de bola, esconde esconde, pega pega, jogos, piscina. Somos muito presentes e meus pais também são, inclusive, virtualmente.

O que há de mais inusitado em ser mãe de gêmeos?

Pragmatismo. Senso prático. Trabalho em equipe

Como combate o machismo sendo a única mulher da família?

Isso nem existe em minha casa. Somos praticantes do respeito ao ser humano.