Juliano Cazarr
Juliano Cazarré (FOTO: AGNews)

O ator Juliano Cazarré recebeu diversas críticas no último domingo (3), após fazer um post no Instagram falando sobre masculinidade. Ele resolveu falar novamente sobre o assunto, e disse que ganhou muitos seguidores.

“Fiz um post de um gorila protegendo sua família e me chamaram de machista, fascista e taxidermista. Uma turma começou a me atacar e o bagulho foi parar na internet e no Twitter”, disse ele, que já esteve no Encontro.

“Ouvi dizer que até o Fefito falou mal de mim no Morning Show. (Depois fui ver o vídeo e tudo que ele fala sobre o grande número de mães que criam filhos sozinhas apenas corrobora o que eu disse. Tá faltando homem e sobrando moleque.) Imediatamente apareceram milhares de pessoas com bom senso mandando comentários de apoio”, completou. “Meu número de seguidores aumentou. Isso só prova que muitas pessoas concordam e estão ansiosas em ouvir o óbvio. Homens: cuidem de suas famílias. Obrigado, gorila. Grande dia”, finalizou, agradando e desagradando internautas.


No post que rendeu a polêmica, que se tratava de um vídeo de um gorila macho protegendo sua família, ele escreveu: “A masculinidade é uma construção social… Só que não! PROVER E PROTEGER: a masculinidade faz do mundo um lugar mais seguro. PS1: Quem tem um pai legal sabe. PS2: Esse gorila é mais cavalheiro do que muito homem por aí… dorme com esse barulho”.