Luisa Sonza no Bloco "Sonzera" (Foto: Lucas Ramos / AgNews)

Entrevista: André Romano

A cantora Luísa Sonza, que desfilou pela Grande Rio neste ano, na Sapucaí, falou sobre sua maratona de shows, nesses últimos dias. Ela, que canta desde os sete anos, também relembrou de quando cantava em banda de casamento.

“Meus fãs são maravilhosos, muito empenhados, isso me deixa muito feliz”, disse, falando ainda que está trabalhando muito e sem tempo para dormir. “Mas vejo que o carnaval desse ano está sendo bizarro, isso é um sinal que meu trabalho e o da minha equipe está sendo alcançado”, completou.


A esposa de Whindersson Nunes ainda comentou que acredita que um dia conseguirá diminuir o ritmo de shows. “Só que quando você trabalha com o que gosta, tudo vale a pena, as horas sem dormir se tornam mais legais, mais excitantes, você leva numa boa. Tenho o privilégio de fazer o que gosto”, afirmou a dona do hit ‘Garupa’.

Apesar de estar sempre interagindo com os fãs, a artista falou que adora ficar ‘offline’. “Acho que é saudável a gente viver o momento presente, e às vezes com rede social a gente esquece o mundo. Sempre que posso dou uma esquecidinha”, confessou. “Adoro ficar sem celular, meus amigos falam que sou a velha da turma, sou muito caseira, não faço muita festa, essas coisas muito tecnológicas não mexo muito”, disse ainda a musa, que tem apenas 21 anos.

Saúde

Sonza ainda falou que terapia é a melhor forma de cuidar da mente, e que não vive sem. E sobre o corpo, ela conta que não tempo para a academia, mas acredita que os shows intensos e coreografados fazem com que ela tenha o corpão definido. “A minha vida é de atleta, tenho 3 shows hoje, desfilei na Sapucaí ontem, não tem como eu falar ‘ai eu como tudo e não engordo’, minha perna é musculosa porque eu coreografo show inteiro. No dia a dia eu como muita comida normal, não tenho tempo pra academia, não cabe na agenda. Tenho uma genética boa, mas tenho uma agenda que quase ninguém tem. Não sou ligada a estética, gosto de me cuidar por prazer e não por necessidade”, desabafou.

A loira também falou sobre as mensagens empoderadas que leva para os seus fãs. “Meu trabalho envolve isso, tenho muita voz, atinjo milhões de pessoas, tenho que ter essa responsabilidade”, falou. “Não vejo sentido em ‘só ter um rostinho bonito que canta'”, completou. Luísa também é grata pelo pais, que sempre a apoiaram desde pequena.

“Eu fazia 26 shows no mês [quando integrava a banda de casamento ‘Sol Maior], já fiz dois cd’s. Desde criança eles [pais] me colocaram lá, e isso foi muito importante para o meu crescimento de artista. Quando levo eles nos shows, ele se emocionam e eu me emociono junto. É um longo caminho que tracei”, falou.