Documentário sobre Kanye West estreia em festival sem sua aprovação final

Cineasta do projeto faz revelações

Publicado em 24/01/2022 19:25
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, Kanye West veio a público pedir que ‘jeen-yuhs’, o documentário de três partes sobre sua carreira, tivesse sua aprovação final para ser lançado. No entanto, essa não é a primeira vez que ele busca ter controle sobre a narrativa do documentário.

O cineasta Coodie Simmons inclusive trouxe a tona conversas com o rapper sobre o projeto, durante a fase inicial. “Quando chegou a hora de fazê-lo, tive que avisá-lo para tornar este filme autêntico, ele teve que recuar”, diz Simmons em entrevista ao The Hollywood Reporter, que co-dirigiu o documentário junto a Chike Ozah. “Eu tive que assumir o controle dessa narrativa que Deus criou – nós não criamos isso. E ele disse que confiava que eu faria um bom trabalho.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Jeen-yuhs (pronuncia-se “genius”) é descrito como uma “trilogia Kanye”, mesmo que o rapper tenha mudado seu nome para “Ye” no ano passado. A estreia do filme será no Sundance Film Festival neste final de semana, antes de chegar à Netflix em 16 de fevereiro.

A trilogia mostra a ascensão de Kanye no cenário musical: de um jovem produtor e aspirante a rapper a vencedor do Grammy e superstar global. Os filmes também trazem mostram a morte da amada mãe do rapper, Donda, em 2007, além das dificuldades de saúde mental do rapper e sua própria candidatura presidencial fracassada em 2020.

THR conversou com Simmons e Ozah, um dia antes do Ye se manifestar através do Instagram: “Preciso obter a edição final e a aprovação deste documento antes de ser lançado na Netflix [.] Abra a sala de edição imediatamente para que eu possa cuidar da minha própria imagem.”

Segundo Simmons, o rapper ainda não havia visto o documentário, mas sua equipe sim. “Saí para mostrar a ele uma vez durante seu aniversário, mas ele teve que ir para a França”, conta.

O cineasta que conheceu Kanye West no final dos anos 90, planejava transformar a trajetória do artista em um documentário. Simmons e Ozah já trabalharam com West no início, com a direção de videoclipes dos álbuns “Through the Wire” e “Jesus Walks”. Quando ganhou o Grammy em 2005, Simmons enxergou o momento como ponto de parada perfeito para o projeto, ao poder mostrar o rapper iniciante chegando ao sucesso.

Parecia que, naquele momento, poderia ter acabado”, diz. “Kanye não estava pronto e, é claro, se tivéssemos lançado isso, não teria o mesmo impacto”.

No entanto eles se reconectaram, fazendo uma cobertura completa. “Não podemos contornar nada do que acontece na vida. As coisas acontecem, e nós estávamos filmando. Temos que ser autênticos com o que aconteceu.”

Julia Fox revela não estar com Kanye West por interesse

Na sexta-feira (21), Julia Fox falou sobre seu relacionamento com Kanye West, em novo episódio de seu podcast ‘Forbidden Fruits’ no Spotify. Durante uma conversa com sua co-apresentadora Niki Takest, sentadas com Ava Louise para discutir o mundo da “cultura de influência”, a atriz confirmou aos ouvintes que ela não está com Ye por dinheiro ou fama.

As pessoas ficam tipo ‘oh, você está nisso apenas pela fama, você está nisso pela influência, você está nisso pelo dinheiro’”, explicou a atriz de 31 anos. “Querida, eu namorei bilionários toda a minha vida adulta, vamos falar a verdade.

Julia Fox ainda confessou que ela “buscava atenção” quando era mais jovem. No entanto, atualmente, ela não se importa tanto com as manchetes que envolvem seu nome e de Kanye.

É engraçado porque estou recebendo toda essa atenção, mas realmente não me importo”, revelou, ainda dizendo que prefere gastar sua energia criando arte e para “colocar coisas no mundo” antes de incentivar pessoas a “assistir [seu] filme, [ou] ler [seu] livro.”

Kanye West pede que seu documentário na Netflix seja lançado após sua aprovação final

Em abril passado a Billboard anunciou a Netflix havia adquirido uma série documental de várias partes que conta os mais de 20 anos da vida e carreira do rapper Kanye West. Trazendo imagens inéditas do Ye, o documentário se concentra na sua jornada na carreira musical, sua contribuição na moda, sua campanha presidencial que fracassou e a perda de sua mãe, Donda West.

Segundo fontes, a gigante do streaming teria gastado US$ 30 milhões para o lançamento. O projeto, com previsão de ser lançado no próximo vez, está gerando alguns problemas com Kanye West.

Através do seu Instagram, o rapper pediu publicamente para a Netflix, que quer ter a aprovação final sobre o documentário.

Vou dizer isso gentilmente pela última vez Preciso obter a edição final e a aprovação deste documentário antes que ele seja lançado na Netflix. Abra a sala de edição imediatamente para que eu possa cuidar da minha própria imagem. Obrigado antecipadamente 😊” publicou Kanye.

No novo teaser de jeen-yuhs: A Kanye Trilogy, Kanye West surge jovem e antes da fama, sendo perguntado por seu colaborador Rhymefest: “Quem é você para se chamar de gênio?”. Ao invés de responder, West se vira para a câmera e sorri maliciosamente. O momento é um prenuncio da carreira que West construiu, se tornando um dos principais artistas do hip-hop e um visionário indiscutível da moda.

Os ataques de Kanye West a Pete Davidson fazem o humorista rir

Pete Davidson parece estar achando graça dos ataques e ameaças de Kanye West. O humorista do Saturday Night Live tem sido assunto desde que assumiu o romance com Kim Kardashian, ex-esposa do Ye. No entanto, enquanto Pete aproveita seu tempo com Kim, Kanye não gostou do relacionamento.

Ainda que esteja em uma nova relação com Julia Fox, Kanye até mesmo fez uma rima para o humorista em sua nova faixa, ‘Eazy’, colaboração com The Game. Além disso, Jake Paul também veio a público para apoiar o rapper. Vale lembrar que Jake e Pete tiveram problemas no passado. No Twitter, Paul se manifestou: “Kanye e eu estamos na sua cola agora. Logo vai levar uma surra”.

Porém, segundo o Page Six, o humorista não se incomoda com todos os ataques e até mesmo se diverte.

Pete acha que é totalmente hilário”, disse uma fonte. “Não apenas isso, ele acha que todo [o drama do tabloide com ele, West e Kardashian] é hilário. Ele adora… É engraçado para ele que a imprensa queira saber todos os seus movimentos de repente”, contou.

Novo namorado de Kim contrata segurança após ‘ameaça’ de Kanye West

Parece que o mais recente lançamento musical de Kanye West tirou o sono do novo namorado de Kim Kardashian, o ator e humorista Pete Davidson.

Segundo o site Radar Online, o ator teria contratado segurança após ser citado na música “My Life Was Never Eazy”, nova colaboração de West com o rapper The Game.

Em um dos versos, Ye relembra o acidente de carro quase fatal que sofreu em 2002 e ‘ameaça’ o ator. “Deus me salvou daquela batida / apenas para que eu pudesse dar uma surra no Pete Davidson”, diz o trecho.

De acordo com uma fonte da revista, o ator não quer correr riscos após o lançamento da música: “Pete não está preocupado com Kanye, mas está preocupado com a enorme quantidade de fãs que Kanye tem.”

“Seus seguidores devotados ouvem suas canções e agem de acordo com elas. É por isso que Pete agora está usando a segurança”, relatou.

“Até recentemente, Pete nunca tinha segurança com ele quando estava fora de casa, mesmo quando estava noivo de Ariana Grande. Mas namorar Kim é um nível de fama totalmente diferente”, compartilhou a fonte próxima a Davidson.

“Pete agora é um superstar, o que tem um preço. Por mais que ele ainda queira ser discreto e sair com os amigos, a realidade de sua situação mudou”, destacou.

“Pete não irá se arriscar. Sempre que ele sai com Kim, eles usam a segurança dela. Mas agora Pete precisa de sua própria segurança quando sai sozinho”, revelou o informante. 

Ouça a nova música de Kanye West:

Kanye West pode ter mentido sobre polêmica do aniversário da filha

Kanye West vem falando na web que está sendo afastado dos filhos, por Kim Kardashian. Sendo assim, ele chegou a expor que sua ex-esposa, não contou o local da festa da filha do casal, Chicago.

No entanto, de acordo com fontes do E! News, o rapper foi sim convidado para a festa da herdeira. “Kanye nunca deixou de ser convidado para a festa de aniversário”, disse a fonte à publicação. “Kim estava com a impressão de que ele queria fazer sua própria celebração. Ela estava bem sobre ele vir para a casa de Kylie e está feliz que as crianças possam vê-los juntos”.

Além disso, a fonte afirmou que Kim Kardashian preza por uma boa relação. Porém, Kanye West expõe muito a família.

Kim e Kanye não estão em bons termos agora. Ela está realmente tentando manter a paz entre eles e pelo bem das crianças. [Ela] está sendo neutra com Kanye e não quer nenhum drama. Kim está muito chateada por Kanye continuar falando sobre assuntos familiares nas redes sociais. Ele acha que ainda tem acesso total a Kim e não tem limites. Ela superou isso”, acrescentou a fonte.

Uma outra fonte confirmou essa versão: “Kanye é bem-vindo para ver as crianças, mas isso precisa ser organizado. Kim não quer que ele apareça em sua casa sem avisar ou indo e vindo quando quiser. As crianças têm horários e se dão bem com rotina. Ela quer manter isso no lugar e acha que isso os ajudará a ir e voltar entre ela e Kanye. Ela quer que eles saibam com antecedência o que está acontecendo para que eles possam fazer transições suaves”, completou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio