Murilo Huff revela que poderia ter falecido junto com Marília Mendonça

Publicado em 28/01/2022 12:18
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Murilo Huff, ex-namorado de Marília Mendonça, em entrevista ao PodPah, revelou que poderia estar no avião junto com a artista, caso ainda estivessem juntos.

Sendo assim, o artista pontuou que caso não tivessem brigado por motivo idiota e terminado a relação, estariam no mesmo avião. “Acho que era o segundo ou terceiro show dela, depois de dois anos parada. Hoje, analisando tudo, entendo e, cara, o universo não erra. As coisas acontecem do jeito que tem ser. Não gosto de questionar Deus. Se não tivesse aquele motivo idiota para a gente brigar e terminar, ia estar lá, provavelmente“, complementou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Murilo Huff expõe relacionamento com Marília Mendonça: “Não me arrependo”

O cantor sertanejo Murilo Huff abriu o jogo e falou sobre o motivo do fim de seu namoro com Marília Mendonça. Em suma, o pai do pequeno Léo, revelou ainda que não se arrepende de nada do que viveu com a Rainha da Sofrência.

Desse modo, em entrevista ao PodPah, Murilo afirmou que eles discutiam muito, por “coisa idiota”. Além disso, antes do término, eles fizeram uma viagem de reconciliação.

“A gente brigava muito, mas muita briga besta. A gente brigava por coisa idiota, só para pirraçar. Sabe aquelas brigas idiotas. E naquela viagem a gente não brigou. Teve umas outras discutidinhas, mas em meia hora resolveu e foram quase dez dias juntos. E eu já estava com a ideia de dar uma passo para a frente, o Léo já ia fazer dois anos”, disse ao PodPah.

Sendo assim, atualmente, Murilo Huff enxerga todos os momentos com Marília Mendonça, como “aprendizado”.

“Cada fase que a gente viveu foi muito necessário, inclusive o nosso último término. Eu até comentei isso em outra entrevista. A gente viajou para o México, foi a nossa última viagem, foi como a nossa despedida, porque foi uma viagem incrível“, lembrou ele.

Mas não para por aí! Murilo Huff também pontuou que acreditava que ele achava que essa viagem, iria reaproximar os dois.

“A gente fez essa viagem e foi muito massa e eu pensava que as coisas iam engrenar de vez. Aí a gente chegou de viagem e acabamos terminando por um motivo muito besta, bobo, bobo, bobo. E eu acho que, como a gente já tinha terminado algumas vezes antes, a gente deixou assim. Conversamos e deixamos tudo do jeito que estava”, declarou. 

Por fim, Murilo Huff pontuou. “Eu não me arrependo de como as coisas aconteceram porque foi muito bom para a gente evoluir, tanto como pessoa, quanto como casal. Mesmo que a gente não estivesse namorando, esse período em que a gente estava junto, ela queria e eu ficava freando, a gente aprendeu muita coisa”, disse.

Murilo Huff abre mão da tutela de bens de Léo, filho com Marília Mendonça

Murilo Huff decidiu abrir mão do direito à tutela de bens de seu filho, Léo, de dois anos, fruto do relacionamento com Marília Mendonça. A cantora faleceu em novembro de 2021, vítima de um acidente aéreo, e a Justiça de Goiás iniciou a partilha da herança nesta semana.

Segundo o colunista Leo Dias, do Metrópoles, a gestão dos bens ficará com dona Ruth, mãe da cantora e avó de Léo.

Em bate-papo com a Quem, o advogado da família, Robson Cunha, confirmou a informação e revelou que o sertanejo já havia tomado essa decisão desde a morte da ex.

“Todas essas decições foram tratadas de forma harmoniosa entre dona Ruth e o Murilo, não só em respeito a Marília e ao Léo e em consideração ao carinho que eles já tinham um pelo outro. O Murilo, inclusive, concordou em compartilhar a guarda do Léo. Ele nunca se opôs ao papel de tutora da dona Ruth”, explicou o advogado, que também destacou que Léo é o único herdeiro da cantora.

Além disso, o advogado desmentiu os rumores de que Marília havia deixado R$ 500 milhões de herança. De acordo com ele, o valor “não chega nem perto disso”.

(Foto: Reprodução/Instagram)

Robson Cunha também afirmou que a família de Marília não tem ganhos expressivos em cima dos lucros das novas parcerias lançadas após a morte da sertaneja: “A família não tem participação diretamente no faturamento. Os lucros são repassados primeiramente para a gravadora Som Livre e a outra parte para a empresa que representava a cantora”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio