Sandy fala sobre projetos futuros: “Eu amo parcerias, fiquei 17 anos em uma”

Cantora revelou o desejo de fazer a segunda versão de "Nós, Vós, Eles"

Publicado em 10/12/2021 00:06
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sandy acaba de lançar seu novo projeto, ‘Universo Reduzido’. A faixa traz meio que um “grito de liberdade” após a quarentena. Desse modo, em uma coletiva de imprensa realizada antes do lançamento da faixa, a esposa de Lucas Lima falou sobre o desejo de lançar a segunda versão de “Nós, VOZ, Eles”.

Pra quem não sabe, esse projeto foi lançado em 2018, e contou com diversas parcerias, entre eles Maria Gadú, Lucas Lima, Mateus Asato, Anavitória, Thiaguinho, Melim, Xororó e IZA.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Olha, eu amei muito o projeto ‘Nos VOZ Eles’, e desde que eu fiz o 1, eu quero fazer o 2. Tem parcerias que eu penso assim, mas eu prefiro não abrir agora porque não sei se vai dar certo. E sobre quando, isso eu não sei como dizer, porque eu ainda vou compor as músicas, então depende como elas vão ficar, que cara vão tomar. E também, pra eu chamar uma pessoa, eu procuro ver a música e pensar com quem combina, porque eu quero que a coisa tenha um sentido, um significado. Até no ‘Nós VOZ Eles’ teve música que eu fiz já pensando no artista que eu ia cantar.”

Além disso, Sandy revelou que ama parcerias, e chegou a relembrar de seus 17 anos ao lado do irmão, Junior Lima. “Eu adoro fazer parcerias, não é a toa que eu fiquei 17 anos numa, então eu pretendo fazer novas sim.”

Em outro momento, a mãe de Theo falou sobre como foi o processo de sair da turnê “Nossa História”, com sua irmão, onde relembrou alguns sucesso da dupla Sandy e Junior, e fazer a turnê solo.

“Olha, desde que eu comecei a carreira solo, no começo eu não sabia muito o que esperar, qual seria o público que ia se identificar do meu trabalho, se iam mesmo gostar, se ia ter pouca gente, muita gente. Eu não sabia nada, mas foi um salto de fé. Mas, quando estamos acreditando de verdade no que a gente faz, mesmo que o público seja pequeno, a maneira com que as pessoas se identificam, e a fidelidade e lealdade delas a você, para o tamanho que aquilo tem na vida das pessoas. Isso faz valer a pena demais. Então assim, eu não sei o que vai acontecer, mas eu sei que eu tenho um público muito fiel e eu vejo que eles estão lá. Muita gente vai gostar, outras vão ficar de saco cheio, mas tudo bem, todo mundo é livre, eu quero o público que me quiser.”

Ouça ‘Universo Reduzido’:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio