Taylor Swift pode quebrar recorde de venda de vinis com último lançamento

Publicado em 17/11/2021 10:34
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com o “Red (Taylor’s Version)”, Taylor Swift pode quebrar o recorde de vendas de vinis. Bom, a loira não cansa de entregar TUDO.

De acordo com o site Hits Daily Double, a nova versão do “Red” estreará no topo da Billboard 200 com cerca de 570 mil unidades equivalentes vendidas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mas não para por aí, Taylor Swift deve conquistar outro recorde, o de maior número de vendas de vinis em uma semana. O recorde já é dela, com o álbum “evermore”, que conquistou 102 mil unidades vendidas de seus vinis em uma semana.

“Red (Taylor’s Version)”, de acordo com o Hits Daily Double, deverá fechar sua semana de estreia com cerca de 110 mil vinis vendidos.

Após lançamento, Taylor Swift coloca 7 álbuns no top 100 da Billboard 200

Após o lançamento de “Red (Taylor’s Version)”, na última sexta-feira (12), Taylor Swift está quebrando todos os recordes. Desse modo, a loira conseguiu emplacar apenas nessa semana, sete álbuns simultaneamente no TOP 100 da Billboard 200. Whitney Houston foi a última artista feminina a fazer tal feito.

O projeto ultrapassou 100 milhões de streams no Spotify em apenas três dias.

Taylor Swift é a maior artiste e dona da plataforma quando o assunto é Spotify, afinal, seus lançamentos são capazes até mesmo de quebrar o aplicativo, e foi assim que aconteceu com o lançamento do “Red (Taylor’s Version)”.

O segundo relançamento de Taylor foi capaz de fazer história na carreira da cantora americana, tanto que estendeu o recorde que já pertencia à própria cantora, que havia estabelecido o feito anteriomentecom o “folklore”. Com a entrada do “Red (Taylor’s Version)”, Taylor agora aparece três vezes na lista dos álbuns femininos com a maior estreia da história do Spotify.

VEJA TAMBÉM: BTS, Taylor Swift e Ed Sheeran estão entre os vencedores do EMA 2021!

Confira:
Taylor Swift – “Red Taylor’s Version” – 90.6M de reproduções em 24 horas
Taylor Swift – “folklore” – 80.6M de reproduções em 24 horas
Ariana Grande – “thank, u next” – 70.2M de reproduções em 24 horas
Taylor Swift – “evermore” – 66.4M de reproduções em 24 horas
Olivia Rodrigo – “SOUR” – 60M de reproduções em 24 horas
Ariana Grande – “positions” – 59M de reproduções em 24 horas
Taylor Swift – “Lover” – 55M de reproduções em 24 horas
Taylor Swift – “Fearless (Taylor’s Version)” – 50.8M de reproduções em 24 horas
Lady Gaga – “Chromatica” – 48M de reproduções em 24 horas 10.
Billie Eilish – “When We All Fall Asleep Where Do We Go?” – 47M de reproduções em 24 horas

Taylor Swift quebra próprio recorde no Spotify com novo “Red”

Taylor Swift lançou oficialmente na última sexta-feira (12) a aguardada regravação de seu quarto álbum de estúdio, “Red”, um dos mais aclamados da carreira. Sucesso entre o público, “Red (Taylor’s Version)” fez a cantora quebrar o próprio recorde no Spotify.

“Red (Taylor’s Version)” recebeu mais de 90 milhões de streams e se tornou o álbum de uma artista feminina que mais reproduzido em um dia na plataforma. O recorde pertencia anteriormente a “folklore”, também de Swift.

Além disso, todas as 30 faixas do “Red (Taylor’s Version)” debutaram no Top 75 do Spotify Global. A versão de 10 minutos de “All Too Well” estreou direto no topo – com mais de 6.6 milhões de streams.

Ouça “Red (Taylor’s Version)”:

Taylor Swift revela como convidou Phoebe Bridgers para parceria

Taylor Swift relembrou o momento em que entrou em contato com Phoebe Bridgers para convidá-la para uma colaboração no álbum ‘Red (Taylor’s Version)’ .

Nesta sexta-feira (12 de novembro), Swift lançou uma regravação de seu álbum de 2012, que chegou com uma série de faixas bônus “From The Vault” .

Bridgers aparece na música ‘Nothing New’, enquanto Ed Sheeran e Chris Stapleton aparecem nas faixas ‘Run’ e ‘I Bet You Think About Me’, respectivamente.

Durante uma entrevista no talk show Late Night With Seth Meyers, Swift enalteceu Bridgers como “uma das minhas artistas favoritas no mundo”, acrescentando: “Se ela cantar, eu irei ouvir. Eu simplesmente amo a voz dela.”

Na sequência, ela explicou como sua parceria com a cantora de “Motion Sickness” surgiu.

“Eu tento não ligar para as pessoas. Pode terminar muito mal”, disse Swift. “Mas eu envio um texto muito longo que levei muitos dias para fazer. E envio a música porque não quero que eles se sintam pressionados a dizer sim para alfo que não corresponde ao que eles querem fazer criativamente”.

“Com Phoebe, entrei em contato e enviei a ela uma música chamada ‘Nothing New’, que escrevi quando tinha 22 anos. E é muito, muito especial para mim porque foi a primeira vez que não era uma artista novinha em folha. Eu estava no meu quarto álbum.”

Ela continuou: “Mandei para Phoebe e disse: ‘Seria muito importante para mim se você fizesse o dueto’. Porque eu realmente queria cantar com outra artista feminina que eu adoro, porque acho que temos uma perspectiva muito feminina quando passamos por essa experiência”.

“E a resposta dela foi: ‘Tenho esperado por essa mensagem a minha vida inteira’. Foi tipo ‘Sim!’ (risos). ”

Bridgers mais tarde compartilhou um trecho da conversa no Twitter, escrevendo: “História verdadeira”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio