Valesca Popozuda está cada vez mais influente no mundo acadêmico, após ter sido chamada de “grande pensadora contemporânea” em 2014, a cantora irá receber a Medalha Mérito Pedro Ernesto oferecida pela Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro. Valesca ganhará a homenagem por conta de sua postura feminista e por defender os direitos da classe LGBT, além de ter sido citada várias vezes em redações do Enem por estudantes no último final de semana, cujo tema foi “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”.

Nunca passou pela minha cabeça uma coisa dessas. O que só prova que estou no caminho certo. Vou levar minha mãe, ela ficou com os olhos cheios d’àgua”, disse a cantora, emocionada, em entrevista ao jornal “Extra”. “Sempre fui transparente e defendi os direitos da mulher fazer o que quer com seu corpo e com sua vida. Não acho que a mulher tem que ser melhor que o homem, mas ser respeitada”, falou ela.

Me sinto muito orgulhosa de ser lembrada por estudantes do país inteiro numa prova tão importante quanto essa, que abordou o feminismo. Hoje em dia, as pessoas me param na rua e dizem que o preconceito que tinham comigo acabou”, afirmou.