Monica Iozzi
Monica Iozzi (Foto: Reprodução/ Facebook)

Monica Iozzi usou as redes sociais na noite desta quinta-feira (25) para fazer um desabafo sobre ato homofóbico praticado por um apoiador do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL). Um amigo da atriz foi violentamente agredido fisicamente e está internado em um hospital.

Leia também: Monica Iozzi fala sobre críticas no universo online: “Isso me cansou”

“Um amigo foi violentamente espancado por um homem que se intitulava apoiador do Jair Bolsonaro. Esse meu amigo está internado, sofreu fraturas, vai ter de passar por cirurgia e deve ficar muito tempo no hospital. Ficou realmente muito machucado”, iniciou ela, sem revelar nomes.


“A gente tem visto que essa onda de violência está realmente assustadora, mas quando chega tão perto de você, que a coisa se torna pessoal, mesmo, é um baque, né? Sim, o Brasil é o pais que mais mata LGBTs no mundo [1 a cada 19 horas, de acordo com o Grupo Gay da Bahia], mas a gente está vendo essa onda de violência nesses últimos dias e de pessoas que dizem claramente que estão dizendo aquilo porque apoiam a postura deste candidato. Isso não é fake news. Muita coisa não é fake news. Basta pesquisar”, exclamou ela.

Veja mais: Monica Iozzi vai sem maquiagem a casamento e recebe elogio do namorado

Monica foi indagada por um seguir que a provocou: O que esse seu amigo estava fazendo, hein?”. Prontamente, a global respondeu. “Ele estava apenas caminhando na rua, a caminho de casa, com uma sacola com compras do mercado. O homem achou que ele era gay e o espancou. Mas às vezes me esqueço que muita gente tenta culpar a vítima, né? Sinto pena do senhor…”, disse ela aos prantos.