Climão! Fernanda Lima processa Eduardo Costa por calúnia, injúria e difamação

Publicado há 2 anos
Por Karla Sthéfany Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fernanda Lima rebateu algumas fake news, depois de ver seu nome envolvido na polêmica com Eduardo Costa. Ela resolveu abrir um processo contra o cantor, depois do mesmo ter chamado ela de ‘imbecil’.

Através do Instagram, nesta sexta-feira (14), ela publicou um texto onde explicou o caso. Ela ainda esclareceu sua versão sobre a coluna de um jornalista que acusou a loira de ‘dar um chilique’. “Em tempos de fake news é melhor esclarecer os fatos”, começou. “- Sobre o Sr. Eduardo Costa: Depois de ser difamada, agredida e ameaçada por ele através de um post indignado, procurei orientação jurídica a fim de proteger a mim e a minha família. Fui orientada a processá-lo, pois dessa forma inibiria agressões futuras. E assim o fiz”, disparou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Eduardo Costa se desculpa com Fernanda Lima, após chamá-la de imbecil

“Após eu autorizar o processo, o Sr. Eduardo Costa pediu desculpas através de outros programas a que foi convidado, deixando claro que não se arrepende do que disse e sim da forma como disse. Tendo em vista que ele me agrediu moralmente, me ameaçou, incitou o ódio de seus fãs contra mim (ontem mesmo minha assessoria recebeu telefonema de um fã dele me ameaçando) e atacou o meu trabalho, não entendo que pedido de desculpas é esse. Além disso, um pedido de desculpa verdadeiro pode até ser louvável, mas ele não repara o mal que fez a vítima”, continuou.

Colunista

“Faz parte do machismo estrutural transformar a vítima em ré. Era justamente esse o assunto do programa Amor e Sexo que tanto indignou o meu agressor. – Quero também esclarecer sobre nota do jornalista Ricardo Feltrin. Meu caro colega, me desculpe a intimidade, mas como também sou jornalista tomei a liberdade. Diante dos fatos relatados acima e depois de uma entrevista que o Sr. Eduardo Costa concedeu ao nosso colega Pedro Bial, o senhor publicou (e muitos veículos, sem checar a veracidade de sua nota, replicaram) que “fontes” muito próximas relataram que eu teria dado um “chilique” e que eu teria ficado “possessa” e até teria pegado “ranço” do Pedro Bial por ter entrevistado o cantor”, relatou.

Veja também: Eduardo Costa chama Fernanda Lima de ‘imbecil’ e Rodrigo Hilbert sai em defesa da esposa

“Colega, sua fonte sequer me conhece e muito menos é próxima. Quando tudo isso se deu, eu estava em um retiro de meditação, incomunicável por dois dias, e só fiquei sabendo dos acontecimentos quando cheguei em casa e minha assessoria me mandou a sua coluna. Outra inverdade da sua última nota sobre mim é que eu fracassei ao tentar fazer com que o Sr. Eduardo Costa não fosse mais convidado por outros programas da TV Globo. Pois, para seu conhecimento, não tenho ingerência sobre a escolha de convidados da emissora (com exceção do Amor e Sexo)”, disse ainda.

Machismo

“Ricardo, essa é outra forma que o machismo estrutural usa para desqualificar uma mulher quando ela é vítima. É simples dizer que ela é louca, descompensada, dá chiliques, logo não tem razão nenhuma sobre os fatos. Inclusive, Ricardo, esse era o tema principal do Programa Amor e Sexo que gerou tanta polêmica. – Viu como é importante falarmos e sabotarmos essa engrenagem machista? Conto contigo.. Fernanda Lima”, finalizou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio