Victor Chaves diz que vídeo em que ironiza acusações de agressão feitas pela ex-mulher é uma ‘sátira’

Publicado há 2 anos
Por Paulo Henrique Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Victor Chaves publicou um vídeo em seu canal nesta quinta-feira (14) em que se explica após polêmica. Em vídeo divulgado anteriormente, ele surge supostamente ironizando as acusações de agressão à ex-mulher. Em março de 2017 ele teria agredido Poliana Bagatini, que à época estava grávida do segundo filho com o cantor. Em novas imagens publicadas no YouTube, Victor disse que trata-se apenas de uma ‘sátira’.

Leia também: Dupla sertaneja! Victor Chaves resgata foto antiga de Leo Chaves e declara amor pelo irmão

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Trata-se de uma sátira, algumas pessoas não reconheceram como sátira, e isso é superrespeitável. Existe um ensejo muito sério, uma intenção muito séria. Não tem como ser uma brincadeira, porque não brincaria com fatos da minha própria vida, não faria sentido”, disse ele.

Victor também explicou que foi indiciado, não condenado, por ‘vias de fato’, sobre as acusações da ex. Ele disse que conteve a ex-mulher em uma briga com a  sogra. “Se tiver duas pessoas com propósito de uma briga física e você se levanta e segura uma delas, tentando dominá-la para que ela não se atraque com outra numa briga, você cometeu vias de fato. Talvez você tenha que responder por isso para que se prove que sua intenção era muito boa”, explicou.

Veja mais: Após separação, ex-mulher de Victor Chaves deixa internet e compra casa no interior de SP

Por fim Victor falou sobre o fim da dupla com o irmão, Leo Chaves. “A mídia encontra um campo fértil em pessoas que não vão raciocinar e nem questionar e diz que a dupla parou tentando conectar com a acusação que eu tinha sofrido. Isso não funcionou, então tentaram arranjar outro álibi: ‘vamos dizer então que eles brigaram’. Aproveitando de uma coletiva em que o Leo participou e ele falou em tom brincalhão de briga de irmãos.[…] E aí, o entrevistado brinca, ri novamente com a situação ridícula ali exposta. E diz que foram 42 anos de brigas, mas não complementa que foram 42 anos de amor também“.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio