Carlinhos Maia e Whindersson Nunes (Foto: Reprodução)

Carlinhos Maia está nos Estados Unidos para sua turnê ‘Fique Famoso’, que passará por cinco cidades americanas, começando nessa sexta-feira (05). O humorista viajou com o marido, Lucas Guimarães, família e amigos da Vila, e em coletiva de imprensa, falou sobre a carreira e não fugiu quando o assunto foi seu desentendimento com Whindersson Nunes.

Questionado sobre o lado ruim da fama, ele disparou: “Foi recentemente, com o Whindersson Nunes, que é um cara incrível. Tudo aquilo que saiu na mídia não era verdade. Me deslumbrei quando dei ouvido à fofoca. Problemas de trabalho acontecem como todo mundo. Hipocrisia é atacar alguém por uma coisa que aconteceu (lá atrás). Meu deslumbramento foi que eu estava seguindo a minha vida, tive que voltar e me justificar. É na justificativa que se cai. Aprendi muito com isso“, disse ele à Quem.

Ele continuou afirmando que foi sensato em desativar seu Instagram quando a discussão com o marido de Luisa Sonza se acalorou. “Desativar meu Instagram foi a melhor coisa que fiz na minha vida porque aí que você vê quem está do seu lado e gosta de você. O ser humano é fraco. Primeiro tropeço e bum. Só ficou quem tinha que ficar. Foi a melhor coisa que aconteceu“.


Sobre os seguidores: “Falavam que eu ia perder milhões de seguidores, não perdi nada. Ganhei 700 mil a mais. Mas aprendi a abaixar mais a soberba. Você não é o dono do mundo não. Sei admitir quando estou errado. Da mesma forma que agredi, peço desculpa. Quem nunca falou mal de alguém na vida? Fala da mãe, que é mãe, e do pai, que é pai. Todo mundo erra! As pessoas estão julgando demais. Tem páginas de fofoca querendo fazer dossiê sobre Carlinhos Maia. Quem acreditar nessas coisas, não me acompanhe”, completou ele.

Carreira

Prestes a bater a marca de 16 milhões de seguidores no Instagram, o alagoano afirma que se orgulha de suas origens. “Se a gente sai do país e consegue fazer o povo sair de casa para assistir a um show é porque realmente a gente conseguiu trazer sentido para o trabalho. Não é sobre dinheiro, mas é sobre trazer uma vila no interior do Alagoas para cá. Meu show nunca tem de fato um roteiro, vou conforme a minha plateia e conto histórias da vida real. No show, sou eu, minha mãe e personagens novos que eu crio. Não dá para a gente brilhar sozinho. Estou muito feliz de estar aqui”, completou o ator de Os Roni, série no Multshow.