Anitta e Léo Dias (Foto: Reprodução/SBT)

Leo Dias deu uma entrevista para o programa ‘Tricotando’, e falou sobre a discussão que teve com Anitta, nas redes, após falar em uma matéria que seu irmão Felipe Terra é fruto de uma traição do pai Mauro Machado.

“Estou muito decepcionado com a Anitta”, falou. “Desde 2012 conheço a Anitta, ajudei muito ela, deixei de publicar muita história, muita, não foi pouca não (…), por gratidão. Porque ela se propôs também a contar muita coisa da história dela para o meu livro, então foi uma relação de troca”, disparou.

“Mas eu esperava mais da Anitta nesse episódio. Acho que mereço um pedido de desculpas público da Anitta porque o Painitto é um produto dela. Se vocês conhecessem o mínimo dela vocês saberiam que ela controla a família toda. Ninguém ali dá entrevista sem autorização dela. Anitta é controladora de tudo, ela é responsável sim, pelo o que o pai dela fala”, revelou ainda. “Fui chamado de puxa-saco da Anitta nos últimos anos, eu defendia a Anitta até quando ela estava errada porque admiro demais a carreira dela, admiro demais ela como cantora. Agora ela tem sérios problemas psiquiátricos para tratar. Ela precisa entender que o mundo não gira em torno dela (…) que ela não é o centro do mundo”, completou.


“Nunca vi uma pessoa pra trocar de melhor amigo como a Anitta. A cada três meses tem uma melhor amiga. A pessoas não ficam na vida dela, qualquer pessoa pode reparar nisso”, disse. “Ela menospreza tudo o que não é dela, ela precisa apreender a valorizar o outro. Ela precisa crescer como ser humano porque como artista ela é imbatível”, finalizou.