Ronaldinho Gaúcho (Foto: Reprodução/Instagram)

Ronaldinho Gaúcho conseguiu sair da prisão no Paraguai. O ex-jogador estava detento no país, mas após pagar a fiança, foi concedida a ele e seu irmão, Assis Moreira, a prisão domiciliar. Eles foram presos por entrarem no país com alterações nos documentos.

Eles pagaram o valor de U$S1,6 milhão de dólares, o que equivale a R$8,3 milhões, de acordo com informações do G1. Os dois estão expressamente proibidos de voltar ao Brasil, por isso, vão ficar hospedados em um hotel no centro do Assunção.

Ainda segundo o juiz Gustavo Amarilla, o hotel permitiu que eles ficassem detidos no local. De acordo com o jornal ‘ABC Color’, eles ficarão separados, cada um em um quarto.


Os irmãos foram detidos no dia 6 de março e além deles, mais três pessoas foram presas. Dentre os detentos pela polícia paraguaia estava o empresário Wilmondes Sousa, que foi o responsável pelos passaportes.