Advogada de Pâmella Holanda fala sobre prisão do DJ Ivis

Músico está preso desde 14 de Julho

Publicado em 5/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O caso do DJ Ivis acusado de agredir a ex-mulher, Pâmella Holanda, ganha novos capítulos. Preso desde o dia 14 de Julho, o músico pode cumprir pena no regime semiaberto ou aberto, dependendo de como for julgado, informou a advogada da influenciadora ao Portal NaTelinha.

Priscila Silveira analisou o caso do artista e afirmou. “Se condenado a mais de um crime, terá suas penas somadas”, explicou ela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A advogada ainda relata que o processo não foi finalizado e que DJ Ivis pode ser indiciado e condenado por mais outros crimes que o Ministério Público. Ele vem sendo investigado por lesão corporal e violência doméstica, diante de imagens de câmeras de segurança do apartamento.

“Deve-se lembrar ainda que há inquérito a respeito não apenas da violência doméstica sofrida quando ambos moravam no Eusébio, mas também quando moravam em Fortaleza, sendo outros crimes que serão apurados pela Delegacia da Mulher em Fortaleza”, concluiu Priscila.

DJ Ivis. (Foto: Reprodução/Instagram)

Novo pedido de habeas corpus negado pelo STF

O músico que está preso desde o dia 14 de Julho, acusado de agredir a ex-mulher Pâmella Holanda, teve um novo pedido de habeas corpus negado pelo STF. É a quarta tentativa da defesa do artista.

De acordo com informações do colunista Léo Dias(Portal Metrópoles), um estudante de direito teria impetrado o pedido, que não tem qualquer vínculo com o caso do produtor musical. O jornalista ainda conta que o rapaz não juntou os documentos necessários, como a cópia da decisão judicial que corrobora as alegações de ilegalidade da prisão de DJ Ivis.

VEJA TAMBÉM: Amigo de Paulo Gustavo emociona com desabafo comovente

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio