Amanda Karen (Foto: Divugação)

Amanda Karen é hoje um sucesso nas redes sociais e nos negócios. Apesar de ter sofrido bullying na sua infância e ter tido de superar inúmeras dificuldades, hoje ela deu a volta por cima, alcançando quase meio milhão de seguidores na rede social e ajudando mulheres a superar a depressão e o medo rumo a uma vida melhor.

Nascida em João Pessoa, essa paraibana de 26 anos já mostrava desde muito cedo o seu tino para o empreendedorismo. “Quando eu tinha mais ou menos 8 anos, eu comecei a vender panos de prato no meu bairro.” diz. Até mesmo os seus pais ficaram desacreditados quando ela retornava para casa de mãos vazias e com dinheiro no bolso: “Minha mãe ficava extasiada. Ela não sabia explicar quando as pessoas perguntavam de onde vinha essa minha habilidade com as vendas.”

Mas vender não era apenas o que a influenciadora digital fazia. Muito sociável, ela gostava mesmo de conversar com os clientes e sempre prestava atenção nas necessidades que cada um possuía. “Eu gosto de pessoas. Além de ter o resultado financeiro através das vendas, eu gostava mesmo era de entregar para os clientes o que eles queriam e assim o meu retorno sempre teve um gosto melhor.”


Essa experiência com vendas na infância, foi exatamente o que levou Amanda a criar o próprio negócio que no início era apenas on-line e hoje já possui uma loja física. “Com o crescimento do meu negócio, sentimos a necessidade de abrir uma loja física para atendermos ao público e também estreitar os laços com nossos clientes.” O gerenciamento e atendimento dos clientes é feito através da própria Amanda e da sua mãe. Ambas estão sempre na loja dando atenção a todos que chegam independente de quem eles sejam: “As pessoas gostam de ser bem atendidas independente da sua classe social. Como eu já fui julgada por minha aparência muitas vezes e sofri as consequências disso, apenas quero que meus clientes sintam que na nossa loja eles sempre serão especiais.” completa.

Amanda Karen (Foto: Divulgação)
Amanda Karen (Foto: Divulgação)
Amanda Karen (Foto: Divulgação)