Apoiador de Bolsonaro, Mário Frias faz ataque racista a historiador na web

Secretário de Cultura respondeu de forma agressiva

Publicado em 15/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os apoiadores do Presidente da República continuam envolvidos em polêmicas. Desta vez, o Secretário de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Mário Frias, fez um ataque racista nesta quinta-feira(15), ao historiador e professor Jones Manoel.

O ataque aconteceu no Twitter, após o Secretário Especial da Presidência da República, Tércio Arnaud compartilhar uma matéria com falas de Jones Manoel, afirmando: “Já comprou fogos para uma eventual morte de Bolsonaro.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A fala foi motivo suficiente para causar uma revolta em Tércio, que escreveu. “Quem caralhas é Jones Emanuel?”, questionou. Mário Frias, então, respondeu: “Realmente eu não sei. Mas se eu soubesse diria que ele precisa de um bom banho”, escreveu.

A fala de Mário Frias gerou uma verdadeira revolta nas redes sociais. Jones Emanoel respondeu, detonando o artista: “Ex-ator frustrado e atual fascista cometendo um crime de racismo diário”, disse.

Mário Frias e Jones Emanoel. (Foto: Reprodução/Instagram)

VEJA TAMBÉM: Leo Dias detona atitudes de Antônia Fontenelle ao vivo

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio