BBB22: Equipe de Linn da Quebrada reage à polêmica de torpedo transfóbico

Atriz e cantora foi chamada pelo pronome masculino no reality show, neste sábado (22)

Publicado em 22/01/2022 19:34
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A equipe de Linn da Quebrada mobilizou uma hashtag pedindo respeito nas redes sociais ao longo deste sábado (22), após a cantora ter sido chamada pelo pronome masculino em torpedo anônimo no BBB22.

A artista de 31 anos, que possui o pronome “ela” tatuado na testa, recebeu um recado questionando-a se “está solteiro”. No Twitter, os administradores do perfil da sister se pronunciaram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Infelizmente, em poucas horas já assistimos pelo menos 5 episódios de violências transfóbicas. Nem mesmo as mais de 50 câmeras são capazes de inibir a transfobia sistêmica do Brasil. Travestis merecem respeito. Linn merece respeito”, iniciou o perfil de Linn da Quebrada.

‘Linn merece respeito!’

Posteriormente, foram anexados três dados estatísticos sobre casos de transfobia, em que, segundo um levantamento feito pela organização ‘Transgender Europe’, o Brasil se tornou o país que mais assassina travestis e transexuais no mundo pelo 13º ano.

“O Brasil é responsável por quase metade do total de mortes de travestis e pessoas trans na América do Sul e Central, região que concentra 70% dos casos”, escreveu a equipe de Linn da Quebrada, que concluiu: “A cada dez mortes de pessoas trans registradas no mundo ao longo desses 13 anos, quatro foram aqui”.

VEJA MAIS: Ex-namorado de Linn da Quebrada, do ‘BBB22’, passa por transição

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio