Bruna Marquezine responde publicação do Conselho de Enfermagem: “é uma ameaça?”

Cofen pediu um retratação pública para evitar uma ação judicial e atriz respondeu questionando se estava sendo ameaçada

Publicado em 04/11/2021 10:24
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Bruna Marquezine virou alvo de polêmica após usar uma fantasia de enfermeira sexy durante uma festa de Halloween e foi criticada pelo Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo [Coren- SP]. A atriz emitiu um pronunciamento pedindo desculpas, mas voltou a ser criticada, dessa vez pelo COFEN, Conselho Federal de Enfermagem e rebateu.

Em seu pronunciamento ao Coren-SP, a atriz declarou que não teve o intuito de desvalorizar a profissão, pediu desculpas e chamou as enfermeiras de heroínas. Mas, o Cofen, também veio a público pedindo uma retratação e caso não houvesse um pedido de desculpas, eles tomariam medidas judiciais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Isso é uma ameaça?”

Em uma nota oficial através do Twitter, o Confen também criticou o uso da fantasia de enfermeira sexy e declarou que a atriz estava promovendo a erotização da profissão: ” […] Diante dos efeitos nefastos que esse tipo de atitude pode estimular, o Cofen espera que ela se retrate, para evitar uma ação judicial”.

Isso é uma ameaça?”, respondeu Bruna Marquezine na publicação do Conselho Federal de Enfermagem. E nesta manhã de quinta-feira (04), ao perceber a repercussão da resposta da atriz, mais uma vez o Cofen resolveu se pronunciar e declarou que não ameaçou a atriz.

“Bruna, não era uma ameaça, mas um convite à reflexão. Que bom que você entendeu o impacto para dois milhões de mulheres, intimidadas pela sexualização da Enfermagem“, escreveram. Até o momento, Marquezine não respondeu a réplica do Conselho.

Leia também: Dakota Johnson abre o jogo e revela se sentiu arrependimento ao fazer ’50 Tons de Cinza’

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio