Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morre aos 41 anos

Político faleceu em decorrência de um câncer entre o esôfago e estomago, que se espalhou para outras regiões do corpo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Morreu na manhã deste domingo (16), Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo, aos 41 anos. O político estava em tratamento contra um câncer no esôfago e estomago, que se espalhou para outras regiões do corpo.

O falecimento de Bruno ocorreu às 8h20 e foi confirmado por Luiz Francisco Cardoso e Ângelo Fernandez, médicos do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde o prefeito estava internado desde 2 de maio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA MAIS: Bruno Covas, prefeito de São Paulo, tem decretado quadro irreversível em sua luta contra o câncer

+ Eva Wilma: filho da atriz presta homenagem à mãe

No dia seguinte de sua internação, Covas deu entrada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), após um sangramento no local em que foi constatado o câncer. Segundo o comunicado, o político faleceu “em decorrência de um câncer da transição esôfago gástrica, com metástase ao diagnóstico, e suas complicações após longo período de tratamento”.

Em uma foto divulgada no dia 4 de maio, o prefeito aparece ao lado do filho, de 15 anos, que celebrava a melhora do pai. O governador João Dória (PSDB) e o prefeito em exercício Ricardo Nunes (MDB), também visitaram Bruno enquanto estava no hospital.

Covas teve uma piora na última sexta-feira (14). Uma nota foi divulgada para afirmar que quadro do político era irreversível. Nunes assume o lugar do político na prefeitura de São Paulo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio