Bruno Gagliasso detona fala racista de Mário Frias

Ator não gostou da fala do Secretário de Cultura do governo

Publicado em 15/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A fala racista de Mário Frias contra um historiador e professor nesta quinta-feira(15) através do Twitter, se tornou um dos principais assuntos do dia. O ator e empresário Bruno Gagliasso, opositor ao governo de Jair Bolsonaro, detonou a fala do Secretário de Cultura.

Mário Frias foi duramente criticado ao dizer nas redes sociais que não conhecia o historiador negro, Jones Manoel e que ele: “precisava de um bom banho”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Mais um dia comum no país em que os funcionários públicos deste governo se julgam no direito de ofender o povo. O problema de hoje é que racismo é crime, Mário Frias”, escreveu Gagliasso em seu Twitter. Logo depois da fala, Mário Frias afirmou que não é racista. “Toda pessoa suja precisa tomar banho e não existe pessoa mais suja do que aquela que deseja e celebra a morte de um Chefe de Estado democraticamente eleito enquanto louva um genocida como Stalin”, escreveu.

Mário Frias, que é apoiador do governo, fez o ataque racista após Jones Manoel dizer em uma matéria do Portal 247 Brasil, que estava “comprando fogos de artifício”, para uma eventual morte do Presidente Jair Bolsonaro, internado em São Paulo.

VEJA TAMBÉM: Apoiador de Bolsonaro, Mário Frias faz ataque racista a historiador na web

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio