Carla Diaz mostra toda sua fúria com suposta brincadeira infeliz do ator dos filme Richthofen

A ex-BBB não gostou da suposta brincadeira machista do seu colega de filme, Leonardo Bittencourt

Publicado em 01/10/2021 23:32
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carla Diaz, atriz, se revoltou com o ator Leonardo Bittencourt, seu colega nos recentes filmes A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou os Meus Pais, após um ator compartilhar uma zoação do filme na rede social.

‘Topa Tudo por B*ceta’, diz o banner fake criado e compartilhado pelo ator. Leonardo colocou a seguinte legenda: “Aí é f*da”, algo que fez Carla Diaz mostrar toda a sua fúria com o ator.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Brincadeira tem limite! Hoje me senti muito desrespeitada como mulher e profissional. Não vou me calar, chega! Inclusive vou fazer uma limpa por aqui… Sempre me pedem para vir no Twitter, mas toda vez é um caos, discórdia e falta de respeito com o próximo. Não compactuo com isso”, desabafou a atriz.

Depois da demora para reconhecer a suposta brincadeira infeliz, Leonardo Bittencourt esclareceu: “Do fundo do meu coração, jamais imaginei que isso pudesse ser ofensivo. Eu não tenho nada a fazer além de pedir desculpa, ouvir e não repetir. Triste de verdade com o rumo que isso tomou. Mais uma vez, desculpas. De fato preciso aprender ainda a lidar com a responsabilidade de ter mais exposição. Fui inconsequente, irresponsável e estendo meu pedido de desculpas a todas as mulheres que se sentiram ofendidas”, se defendeu.

Crítica do filme exaltam interpretação de Leonardo Bittencourt e detona Carla Diaz 

O site CineSet analisou os dois filmes em voga e teceu comentários sobre as atuações. Em relação a Leonardo, só elogios. 

“Sua atuação parece natural: ele cresce tanto quanto o garoto que ama a namorada e quer ajudá-la a sair dos abusos, quanto como o garoto que a manipula para assassinar os pais. Como a ele cabe as cenas mais pesadas, consegue transparecer com êxito tanto a vilania quanto a responsabilidade afetiva”, comentou o site.

Carla“Já Carla Diaz soa estranha como a mentora da morte dos pais. Ela parece não se encontrar na personagem e está levemente destoante. Apesar disso, a química entre os dois é inegável”, analisou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio