Chris Brown recebe liberdade após ser preso por denúncia de estupro em Paris

Publicado há 2 anos
Por Paulo Henrique Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Chris Brown foi preso na última segunda-feira (21) em Paris, na França, após ser denunciado à polícia por estupro. Uma mulher registrou uma queixa alegando que o rapper, um amigo e um guarda-costas praticaram a ação. Tudo teria acontecido no luxuoso Hotel Mandarin Oriental, na última quarta-feira (15). Um dia depois, o cantor recebeu liberdade.

Leia também: Chris Brown culpa Rihanna por ter tê-la agredido em briga que a deixou desfigurada

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Ministério Público francês informou que Chris teve sua prisão relaxada, mas enfatizou que as investigações continuam. No entanto, o cantor não foi denunciado à Justiça francesa, por isso a liberdade.

Em rápida conversa com a AFPRaphaël Chiche, advogado de Chris, disse que seu cliente se declara ‘energicamente inocente’. Ele ainda completa que estuda registrar queixa ‘por calúnia de que o cantor foi alvo’.

Veja mais: Chris Brown comenta foto de Rihanna e fãs da cantora ficam revoltados

O histórico de Chris com a Justiça já é conhecido do público há anos. Em 2009, por exemplo, o rapper foi condenado por agredir fisicamente a cantora Rihanna, à época era sua namorada. Já em 2016, ele foi preso acusado de agressão com uma arma letal.

Rihanna diz em entrevista que não odeia Chris Brown

Em entrevista à revista “Vanity Fair”, Rihanna falou sobre seu relacionamento com Chris Brown, e quando reatou com o cantor em 2013, após ter sido agredida, em 2009, e sobre o que sente por ele atualmente.

Rihanna disse à publicação que vai se importar com Chris Brown até o fim de sua vida. “Eu não odeio ele. Vou me importar com ele até o dia da minha morte. Não somos amigos, mas não significa que sejamos inimigos. Não temos mais um relacionamento agora”, disse a cantora.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio