Confira as principais curiosidades dos bastidores da novela ‘A Usurpadora’

Clássico mexicano protagonizado por Gabriela Spanic será reprisado no canal Viva, a partir de junho

Publicado em 28/05/2022 17:47
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Viva anunciou nesta sexta-feira (27), a estreia de A Usurpadora em sua programação. A emissora da Globo na TV por assinatura reprisará um dos maiores clássicos da dramaturgia mexicana a partir do dia 27 de junho, em sucessão à Marimar.

Exibida originalmente pelo Canal de Las Estrellas em 1998, a trama é protagonizada pela atriz Gabriela Spanic, que interpretou as gêmeas Paulina Martins e Paola Bracho. No Brasil, a primeira exibição do folhetim aconteceu em 1999, pelo SBT, sendo reprisada outras seis vezes: 2000, 2005, 2007, 2013, 2015 e 2016.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

+ Veja o antes e depois dos atores mirins da novela ‘A Favorita’

Abaixo, o Observatório dos Famosos preparou uma lista com as principais curiosidades da novela A Usurpadora. Confira:

Gaby Spanic e Fernando Colunga (Foto: Divulgação)

Apesar de ser um fenômeno atemporal, A Usurpadora é remake de um folhetim venezuelano de mesmo nome exibido em 1972, sendo a segunda versão da obra original, que foi produzida pela Televisa em 1981.

Inicialmente, o papel principal da novela foi ofertado à Thalía, estrela da Trilogia das Marias – Maria Mercedes (1992), Marimar (1994) e Maria do Bairro (1995) -, mas a atriz recusou a proposta, em virtude das prioridades na época, em sua carreira como cantora, além da atuação.

Gaby Spanic e Thalía (Foto: Divulgação)

Além do sucesso grandioso que faz no Brasil e no México, A Usurpadora já foi transmitida em torno de 120 países, sendo dublada em 25 idiomas, tornando a atriz Gaby Spanic, um dos maiores ícones das novelas no mundo.

A trama que traz a saga das irmãs gêmeas também reflete à vida real da intérprete: Gabriela Spanic possui uma irmã gêmea chamada Daniela, que chegou a participar da novela durante as gravações nos primeiros capítulos.

Daniela e Gaby Spanic (Foto: Divulgação)

Sucesso sem precedentes, A Usurpadora teve uma continuação chamada Más Alla de La Usurpadora [Além da Usurpadora, em português], em que Paulina descobre, 1 ano após os acontecimentos da trama original, que foi diagnosticada com quadro de câncer terminal. No Brasil, a produção foi dividida em 3 capítulos, e exibida em 1999, 2000, 2013 e 2015.

Em 2019, A Usurpadora ganhou um remake produzido pela Televisa, em formato de série, baseada na novela, conquistando 3 milhões de telespectadores nas terras mexicanas. Estrelado por Sandra Echeverría nesta versão, a obra foi transmitida entre outubro e novembro de 2021 pelo SBT, mas obteve péssimos índices de audiência durante sua exibição.

Sandra Echeverría (Foto: Divulgação/Televisa)

VEJA MAIS: Confira quais famosas que já fizeram procedimentos malsucedidos

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio