Daiana Garbin explica importância do diagnóstico precoce após revelar câncer da filha

Filha de Daiana e Tiago Leifert foi diagnosticada com retinoblastoma, tipo raro de câncer nos olhos

Publicado em 01/02/2022 19:43
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Daiana Garbin usou suas redes sociais na tarde desta terça-feira (1) para falar sobre o retinoblastoma, tipo raro de câncer nos olhos que acometeu sua filha com Tiago Leifert. Através de uma live, a escritora explicou aos seguidores, sobre a importância do diagnóstico precoce.

O nosso sonho é que nunca mais nenhuma criança chegue com o diagnóstico tardio, que a gente possa detectar o retinoblastoma lá no comecinho. O retinoblastoma tem do grau A ao grau E.”, disse ela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na ocasião, Daiana lamentou que, mesmo com o acesso à informação, nunca pensou em procurar saber sobre a doença antes. “A gente mora em São Paulo, aparentemente tinha toda a informação do mundo, e mesmo assim não sabia. A gente não levou a Lua ao oftalmologista antes dos 11 meses”, contou a esposa de Tiago Leifert.

Na transmissão, a oncologista Carla Macedo, do Graac, também mencionou sobre a importância do diagnóstico precoce, e como isso possibilita maiores chances de cura da criança. “O retinoblastoma é uma doença extremamente curável. Eu preciso pensar que não posso nunca perder isso no meu foco. Se eu tenho essa chance, eu vou curar e manter o olhinho”, explicou a especialista.

Daiana Garbin agradece mensagens de apoio

No fim da live, Daiana Garbin aproveitou para agradecer aos fãs e amigos pelas mensagens de apoio que ela e Tiago estão recebendo. “Claro que a gente vai ficar com o foco todo no tratamento e na recuperação da Lua, mas entre um ciclo de quimio e outro, eu vou divulgar os materiais que o Graac já preparou. A gente nunca vai ser capaz de agradecer tanto carinho que está recebendo, nem de responder o tanto de mensagens que vocês mandaram.”, agradeceu.

“A gente tá lendo com muito carinho tudo, os relatos das pessoas que passaram por retinoblastoma e que hoje estão curadas e tendo uma vida muito bacana. Muito emocionante. E a dona Lua não está participando desta live porque ela está com o papai lá embaixo, que está tentando fazê-la dormir, mas pelo que estou ouvindo ele ainda não conseguiu”, disse ela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio