Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, desabafa em missa em homenagem ao filho: “Foram 54 dias de sofrimento”

Mãe do humorista conta como foram os dias de agonia com a doença do filho

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Déa Lúcia, mãe do humorista Paulo Gustavo, desabafou na missa de sétimo dia do filho, no Rio de Janeiro, que não é um poço de fortaleza como muitos acharam depois da entrevista no ‘Fantástico’, no último domingo (09).

“Eu não sou forte como todo mundo diz, a minha força está em Deus. Eu peço a Ele todo dia. Eu creio e aceito a partida do meu filho, mas peço que me Ele ajuda”, desabafou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em outro momento, Déa revelou que esses últimos meses foram de total agonia com o filho internado. “Foram 54 dias de sofrimento, mas vocês me ajudaram. Um beijo no coração de cada um de vocês queria deixar um beijo pra cada um dos fãs que rezaram para que ele ficasse curado. Eu me coloco de joelho por todas as mães que perderam seus filhos por essa maldita doença. Cada morte eu sofro, porque é muito triste. Nenhum filho deveria ir embora antes da mãe. Um beijo e obrigada por vocês estarem aqui comigo”, comentou.

Déa Lúcia deu uma entrevista emocionante para o ‘Fantástico’, dizendo que chorou por tantas mães que perderam seus filhos por causa da covid e que ela não imaginava que iria perder o seu também. 

LEIA MAIS: Marcela Mc Gowan, do BBB20, dá beijaço em namorada e faz estardalhaço na web

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio