Defesa de DJ Ivis responde Pamella Holanda sobre pensão alimentícia

Ex-mulher do cantor reclamou da demora da Justiça; advogados responderam em comunicado

Publicado em 28/09/2021 19:22
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os advogados de DJ Ivis se manifestaram após a reclamação feita por Pamella Holanda nas redes sociais, nesta segunda-feira (27). A influenciadora digital disse que está sofrendo com a demora da Justiça do Ceará e que não foi deferido a sua pensão alimentícia.

À coluna do jornalista Leo Dias, do portal Metrópoles, a equipe jurídica do cantor e produtor, preso desde julho, comunicou que os valores acordados estão sendo depositados de forma mensal. “Viemos por meio desta esclarecer ao público a respeito das alegações veiculadas em 27/09 e 28/09/2021, nas redes sociais, sobre o pagamento de alimentos provisórios solicitados por meio de medida protetiva”, iniciou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Desde julho são realizados depósitos judiciais na conta vinculada ao juízo do Eusébio. Tem-se, até a presente data, a quantia total de R$ 19.000,00 (dezenove mil reais) e, na próxima quinta-feira, totalizará a quantia de R$ 24.000,00 (vinte e quatro mil reais) pagos”, diz a nota em questão. Na sequência, os advogados de DJ Ivis alegaram que foram ofertados um apartamento à Pamella Holanda e a filha do ex-casal, Mel, de quase 1 ano.

“Além disso, no dia 28/07/2021 foi oferecido, em juízo, um apartamento para moradia de sua filha e da ex-companheira e mantidos os pagamentos do plano de saúde de ambas. Desde o início, Iverson teve preocupação com a manutenção de sua filha e, mesmo preso, segue cumprindo todas as determinações do Judiciário”, concluiu.

Entenda o caso

DJ Ivis está preso desde o dia 14 de julho em Fortaleza, no Ceará, após ter sido acusado de cometer agressões contra a ex-mulher, Pamella Holanda, em vídeos publicados pela própria nas redes sociais.

Em entrevista ao Fantástico, na Globo, a influenciadora contou detalhes da agressões que sofria. “Quando comecei a morar com ele, ele já começou a me agredir. Começou verbalmente: palavrão, grosserias. Eu estava grávida de cinco para seis meses. Me segurou pelo pescoço e foi me arrastando do corredor até o sofá… Teve outras. Time medo, vergonha, eu tava realizando um sonho, eu tava grávida. Sempre quis ser mãe”, disse ela.

VEJA MAIS: Pâmella Holanda desmente Xand Avião sobre ajuda financeira

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio