Diagnosticada com Coronavírus, Preta Gil desabafa: “O pior é o preconceito”

Publicado há 9 meses
Por Paulo Henrique Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Preta Gil, diagnosticada com Coronavírus na semana passada, recorreu às redes sociais para falar sobre como deve ter contraído a doença.

A cantora foi atração musical do casamento de Marcela Minelli, irmã da digital influencer, Gabriela Pugliesi, em um resort na Bahia. Na festa, um convidado estava com a COVID-19.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Acho que me contaminei no sábado e os primeiros sintomas começaram a aparecer na madrugada da quarta-feira em um evento que eu fui cantar. Estava trabalhando e acabei pegando de alguém que estava lá”, relatou a cantora, que está em quarentena em um apart-hotel, em São Paulo.

Gil ainda relatou quais os sintomas que apresentou e falou sobre o preconceito das pessoas com relação a quem tem o vírus. “Os sintomas não são iguais. Meus primeos sintomas foram dor de cabeça, dor no corpo e muito calafrio. Logo depois veio diárreia e dor no ouvido, Depois perdi o olfato e paladar. Eu não tenho amídalas, então a dor na garganta era como se fosse uma irritação, mas passou e foi um dia só. Nunca tive febre. Falta de ar também não senti. Teve um dia que fiquei cansada. Senti tontura… O pior do vírus é o que a gente não sabe, o medo, a incerteza e o preconceito que rola. Não senti medo de morrer pelos sintomas, senti pelas notícias, pela desinformação e ignorância alheia”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio