Edson, da dupla com Hudson, fala sobre recuperação da Covid-19 e revela medo

Cantor passou um período internado por conta da Covid-19 e revelou qual era seu maior medo

Publicadohá pouco tempo
Por Luan
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Edson Cadorini, conhecido por integrar a dupla sertaneja Edson e Hudson, comentou em entrevista à jornalista Beatriz Bourroul da revista Quem, sobre os medos e desafios que enfrentou durante o período em que permaneceu internado por conta da Covid-19, no mês passado.

O cantor conta que enquanto estava hospitalizado, seu maior receio era morrer. “Confesso que meu maior medo era o de morrer. Não estava na minha mão. Tive o privilégio de ter a médica intensivista Ludhmila Hajjar ao meu lado, assim como uma equipe que cuidou muito bem de mim. Graças a Deus, meu corpo reagiu aos medicamentos e hoje estou 100% recuperado. Deus é maravilhoso e coloca pessoas no nosso caminho para nos salvar.”, agradeceu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Aos 46 anos, o artista comemora o fato de ter vencido a luta contra a doença. “Ainda continuo tomando anticoagulante e vitaminas. Os remédios que precisei tomar pós-Covid já parei, tudo de acordo com as orientações da equipe responsável. Eu me recuperei muito bem nesse pós-Covid e só tenho motivos para agradecer.”, celebrou ele.

Com a internação e o período de recuperação, Edson precisou adiar alguns projetos, como por exemplo uma marca de café. “Como fui internado com a Covid, que exigiu uma luta muito grande, tive que postergar alguns compromissos, como o lançamento do café. Tomo meu cafezinho quando acordo. Não tenho o costume de fazer uma grande refeição no café da manhã, mas tomo um cafezinho.”, comentou o artista.

VEJA MAIS: Kelly Key faz desabafo sobre ‘cancelamento’ na internet: “desagradável e muito perigoso”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio