Eduardo Costa é condenado a indenizar Fernanda Lima em R$ 31,5 mil

Caso aconteceu em 2018, e ganhou grande repercussão na época

Publicado em 21/02/2022 19:00
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eduardo Costa acabou condenado pela Justiça do Rio de Janeiro por crime de difamação contra a apresentadora Fernanda Lima, esposa do ator e apresentador Rodrigo Hilbert. O sertanejo terá que pagar uma multa milionária e prestar serviços comunitários.

O caso aconteceu em novembro de 2018, onde o cantor escreveu em sua rede social que a artista era ‘imbecil’, utilizava de ‘mamata’ e era apresentadora de programa para ‘maconheiro e bandido’. Na época, Lima comandava o ‘Amor e Sexo’, na TV Globo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco e é o que ela está. Será que a senhora só faz programa para bandido, para maconheiro, esquerdista derrotado e para esses projetos de artistas como ela?“, escreveu ele.

“Verifico que as consequências do crime foram gravíssimas. Como amplamente demonstrado pela querelante, a politização do seu discurso, pelo querelado, gerou ataques de ódio e ameaças a ela e sua família, causando-lhe danos até hoje”, disse a juíza Maria Tereza Donatti em sua decisão judicial.

Fernanda Lima e Rodrigo Cardinot. (Foto: Reprodução/Instagram)

Pedido de desculpas

Em uma entrevista no programa ‘Conversa com Bial’, exibido pela TV Globo, Eduardo Costa tentou se desculpar com Fernanda Lima, após a grande repercussão do caso.

“A mesma coragem que eu tenho para falar e expor as minhas opiniões em relação a qualquer tipo de assunto, eu quero ter essa coragem de vir aqui no seu programa e pedir desculpas pra Fernanda Lima. Pra família da Fernanda Lima, para o marido dela, para os filhos”, disse ele.

VEJA TAMBÉM: Paulinha Abelha, do Calcinha Preta, segue internada em UTI, com quadro neurológico inalterado

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio