Eleita à ABL, Fernanda Montenegro critica governo de Jair Bolsonaro: “Um vômito”

Veterana foi eleita por maioria absoluta dos votos e não poupou críticas ao Presidente

Publicado em 04/11/2021 19:29
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fernanda Montenegro, considerada a grande dama da Teledramaturgia Brasileira, foi eleita por maioria absoluta para ocupar a cadeira de número 17, na Academia Brasileira de Letras (ABL). Dos 34 votos imortais, ela recebeu 32, e apenas 2 foram brancos.

A veterana conversou com o Jornal O Globo sobre o pleito e falou sobre a sua carreira de atriz e também aproveitou a ocasião para detonar o governo de Jair Bolsonaro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“É algo assim, é uma viagem no imaginário, uma viagem no sublime. A minha arte não é imortal. A arte do ator é enquanto ele está ali vivo, presente em carne e osso. Mas, de de uma forma poética, vamos dizer que é imortal. Eu fico muito espantada que uma academia, que tem como princípio ser imortal, acolher uma atriz que só existe quando está em cena, carnificando seu personagem”, disse ela.

Fernanda Montenegro e Bolsonaro. (Foto: Reprodução/Instagram)

“Um vômito”

“Esse atual governo é uma forca, um vômito, é uma apunhalada no ventre. Mas vai acabar. Uma hora vai acabar. A grande tristeza é que ele entrou pelo voto. As pessoas votaram no Bolsonaro. E por que votaram? Talvez porque os governos anteriores cumpriram só metade do prometido. Talvez tenha causado uma desilusão”, refletiu.

VEJA TAMBÉM: Após marco na carreira, Anitta se revolta e faz desabafo na web

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio