Ex de Camila Pitanga, relembra atitude de policial ao ser presa por topless: “pedia para calar a boca”

Beatriz Coelho fez topless em uma praia ao lado da amiga

Publicado em 07/02/2022 11:01
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na semana passada, Beatriz Coelho, ex-namorada de Camila Pitanga, foi detida após fazer topless em uma praia do Espírito Santo, ao lado de uma amiga. Em entrevista ao Fantástico, a artista relatou a maneira agressiva que um dos policiais a tratou durante abordagem.

Em nota sobre a prisão de Beatriz e da amiga, a polícia enviou ao Fantástico que, foi a prisão foi feita com base no Artigo 233, que se enquadra em ato obsceno e que naquele local, não é permitido fazer topless. A advogada de Beatriz, participou da reportagem e comentou a decisão da polícia, sobre o artigo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: Gabigol é chamado de macaco e desabafa sobre racismo em estádios: “até quando?”

“É o crime de ato obsceno, é um crime, está no código penal desde a década de 40. Ele é um crime muito vago, muito abrangente. Dar um beijo é um ato obsceno? Por exemplo, uma conduta que é relativamente comum, não é, a micção em público. Os homens que urinam em público. Nem tudo o que nos incomoda que nos desagrada é considerado como crime. Condutas que estejam inadequados não devem ser tratadas como crime, até porque elas ocupam a polícia, ocupam o judiciário que poderia estar cuidando de condutas mais lesivas, mais ofensivas”, disse, ao Fantástico.

“Pedia para calar a boca”

Beatriz relembrou o momento de tensão vivido no momento da prisão e contou que ela e a amiga foram conduzidas para a delegacia pela viatura. “Um deles gritava. Ele ficou mandando a gente calar a boca, porque a gente inevitavelmente conversava uma com a outra. Ele pedia para calar a boca”, contou.

Na delegacia, ambas foram algemadas nos pés e segundo informações da TV Globo, a Corregedoria da Polícia Civil do Espírito Santo irá investigar o motivo pelo qual precisaram ser algemadas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio