Fernanda Montenegro afirma que sofre preconceito por ser atriz

Eleita à ABL, atriz de 92 anos explica motivo sobre ponto de vista

Publicado em 05/11/2021 09:42
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fernanda Montenegro abriu o jogo e explicou o motivo pelo qual afirma que é “apenas uma atriz”. Em entrevista para Bolívar Torres, do jornal O Globo, a famosa declarou que a profissão ainda é alvo de preconceito.

“O ator faz a criação na pele. Mas ainda é uma profissão que sofre preconceito, até do ponto de vista intelectual. “Ator é burro”, “ator não pensa, ator fala”… Você pode ser um mau escritor que não tem importância. Mas você não pode ser um mau ator porque senão você não existe. Publicamente você não pode propor outros caminhos. Ou você é ou não é. Não há subterfúgios”, disse a artista de 92 anos, que foi recém-eleita para a cadeira 17 da Academia Brasileira de Letras (ABL).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fernanda Montenegro revelou, em detalhes, como está se preparando para a vida acadêmica. “Estou lendo a biografia de meu antecessor e discursos históricos de posse. Estou completamente entregue ao conhecimento interno da Academia. (…) Agora estou diante de um mundo completamente novo para mim, que é entrar para uma Academia com a dimensão histórica que tem”, declarou.

Pelo olhar de vista teatral, Fernanda afirmou que enxerga sua estreia como tal. “De certa forma, é isso. Com o passar dos anos, você vê todo o processo da vida como se fosse um texto de personagens que vai ter que carnificar. Isso vai ficando na vida do dito ator ou atriz. Quanto mais você é devoto e vocacionado, mais você se “deforma” diante dos fatos da vida. E eu sou devota”, explicou.

VEJA MAIS: Eleita à ABL, Fernanda Montenegro critica governo de Jair Bolsonaro: “Um vômito”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio