Filha adotiva de Agnaldo Timóteo conquista direitos sobre herança na Justiça

Keyty Evelyn, de 14 anos, é reconhecida, diz assessor e sobrinho do cantor

Publicado em 9/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Keyty Evelyn, filha de Agnaldo Timóteo, teve o processo de adoção concluído na Justiça, segundo o assessor e sobrinho do saudoso cantor, que morreu em março, vítima de complicações causadas pela Covid-19.

A adolescente de 14 anos passa a deter os direitos de metade da herança do artista, visto que ele a criou desde os dois. O advogado do cantor, Sidney Pedroso, foi reconhecido como inventariante e assegurou os direitos da filha adotiva dele à fortuna.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em sua conta do Instagram, Timotinho celebrou a decisão da Justiça ao resgatar cliques com Keyty Evelyn. “Finalmente uma notícia boa. Muito feliz que Justiça foi feita, seja feliz minha querida Keyty. Que bom que a #justiça respeitou o desejo do nosso querido [Agnaldo Timóteo]”, escreveu ele.

VEJA MAIS: Agnaldo Timóteo revela decepção com Roberto Carlos: “Deselegante”

Rutinete, irmã de Agnaldo Timóteo, chegou a recorrer na Justiça em forma de protesto pelo direito de assumir os bens por alegar que o irmão estava ‘desorientado’ na assinatura do último testamento. O patrimônio do artista é avaliado em torno de R$ 30 milhões, segundo informações do Domingo Espetacular, da Record.

Agnaldo Timóteo morreu aos 84 anos, em 17 de março, e estava internado no Hospital Casa São Bernardo, no bairro da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Segundo a família, ele havia tomado as duas doses da vacina contra a Covid-19.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio