Alvaro Schocair
Alvaro Schocair (Foto: Divulgação)

São Paulo acaba de receber a primeira faculdade do Brasil voltada unicamente para a formação de empreendedores, a Link School of Business. O projeto pioneiro do investidor e administrador de empresas Álvaro Schocair e da economista Luiza Azevedo, nasceu a partir da percepção deles (formados pela FGV e INSPER, respectivamente), da necessidade de se oferecer um curso de bacharelado em administração com disciplinas específicas para aqueles que buscam empreender. Para conceber a escola, a dupla passou quase dois anos conhecendo as melhores escolas de negócios do mundo.

O projeto, que será a primeira faculdade do país a nascer Google For Education, deu-se a partir do investimento da Quebec Impact Assets – investidora de impacto em negócios sociais e ambientais que tem como pilares energia, com a GD Solar, saúde, com a Odontoclinic, e educação, com a criação da Link – e tem Schocair como fundador. Antes da Quebec, Álvaro foi um dos fundadores da Tarpon Investimentos, além de ter sido conselheiro da Springs Global, Coteminas, Tarpon Investment Group e Metalfrio. O break even do investimento na Link será em 2 anos.

LEIA TAMBÉM: Quebrando tabus: Carima Orra diz que véu é liberdade, não opressão


Localizada na Av. Brigadeiro Luís Antônio, no prédio onde funcionou a Loducca, a Link tem como diferenciais o programa internacional, em parceria com as universidades Stanford, Disney, London School, Tel Aviv, Harvard e Xangai; o programa Venture Lab, aceleradora da faculdade que dará suporte desde o primeiro semestre para os alunos montarem suas próprias empresas – ; e o Link Campus, uma espécie de co-working com o objetivo de criar um ecossistema empreendedor e de mentoria das empresas ali alocadas.

A mensalidade de R$8.900, é vista como um investimento a ser retomado nos projetos de Venture Lab dos alunos. Também na mensalidade está incluída uma cota de participação de 10% na Link, por meio de uma estrutura de Alumni, onde ao final de cada ano letivo os alunos adquirem um percentual dessas cotas. E 30% de sua receita é destinada a bolsas de estudos.

A Link School of Business abriu suas portas em agosto deste ano, recebendo a sua primeira turma já adaptada ao ensino híbrido ou à distância. Em meio a este cenário, a Link tem como diferencial ser a primeira faculdade a nascer Google for Education, elemento que a torna melhor adaptada ao EAD. Além disso, seu modelo pedagógico usa metodologias internacionalmente reconhecidas, ainda inéditas no Brasil, que estão alinhadas à nova realidade de ensino. Diferente das faculdades tradicionais, apresenta um método de aprendizado ativo, em que o aluno é protagonista do processo educacional, com aplicações práticas e casos reais de negócios desde o primeiro semestre.

Alvaro Schocair
Alvaro Schocair (Foto: Divulgação)