Gizelly Bicalho faz participação icônica no programa ‘Casos de Família’

No programa do SBT, a advogada criminalista analisou o tema do dia: "Mulher minha tem que obedecer mais e falar menos"

Publicado em 03/12/2021 20:33
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Gizelly Bicalho, ex-BBB 20, fez uma participação icônica no programa ‘Casos de Família’, do SBT, desta sexta-feira (3). Na atração, a advogada criminalista falou sobre o tema do dia: “Mulher minha tem que obedecer mais e falar menos”.

A profissional comentou, por exemplo, sobre os tipos de violência que muitas mulheres sofrem: “São cinco tipos de violência. Esse homem quando ele força ela a ter relação sexual o nome disso é estupro. Não é porque eu sou casada que eu tenho que fazer alguma coisa com o meu marido. Não é não.”, afirmou a advogada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Os outros relacionamentos você via que era um abuso psicológico, moral, porque violência doméstica não é só bater, também tem outras características. Por exemplo, ele falar que ela não pode usar tal tipo de roupa. Esse homem ele odeia mulher. Ele tem pavor de mulher”, analisou ela.

Gizelly Bicalho mencionou ainda, as dificuldades que muitas mulheres enfrentam para denunciar os agressores. “A lei ela é muito boa, mas os operadores do direito, que são o delegado, investigador, promotor, juiz, os operadores, por exemplo, quando uma mulher chega na delegacia… A gente viu um caso muito famoso este ano, que o DJ foi preso com uma faca na mão e foi encaminhado para delegacia. Ele foi solto e voltou para casa”, lamentou a advogada, ao citar o caso do DJ Ivis, que agrediu a esposa e mesmo assim continua em liberdade.

VEJA MAIS: Gizelly Bicalho relata ameaças após comentar sobre Juliette

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio