Hadson debocha de “fadas sensatas” e Marcela McGowan após suposta traição de Pyong Lee

Ex-BBB20 "convocou" ex-participantes do reality da Globo para defender o youtuber. Marcela McGowan mandou um resposta para o ex-jogador

Publicado em 20/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Hadson Nery, ex-BBB20, usou as redes sociais para debochar das “fadas sensatas” após a suposta traição de Pyong Lee vir à tona. O ex-jogador “convocou” Manu Gavassi, Marcela McGowan, Rafa Kalimann e Gizelly Bicalho para defenderem o hipnólogo e youtuber, depois que a Record TV divulgou imagens dele debaixo do edredom com uma participante do reality “Ilha Record“.

“Tem que chamar as fadas de Taubaté [referindo-se à farsa da grávida de Taubaté] de novo para salvar o mágico. Quero ver a seletividade de novo em ação, não vale se esconder. Grandão, sem medo. Falei, estou leve”, escreveu Hadson, no Twitter.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA MAIS: Eduardo Costa revela que é viciado em sexo

A fala do famoso foi devido aos momentos em que Pyong foi defendido pelas ex-sisters dentro do reality da Globo. Em um vídeo, Hadson mostra Marcela McGowan assistindo uma foto em que o ex-jogador aparece com Lucas Gallina, Felipe Prior, Petrix Barbosa e Gui Napolitano. A ginecologista, então, comenta: “Quem inventou o macho hétero? Cancela, Jesus! Não deu certo”.

Ainda, Hadson fez uma provocação: “Povo burro. Tudo isso por causa de uma foto. Obrigado por me fazer macho hétero, Jesus”. Marcela, então, rebateu o ex-brother: “Continuo achando a autoestima de macho inacreditável, um ano e meio depois ao invés de uma autoanálise e tentativa de enxergar outras realidades, [você] segue buscando justificativas, culpabilizando e cobrando mulheres pelos seus erros e de outros homens. Tinha que encapsular [sua autoestima] e vender mesmo”, respondeu.

CONFIRA: Saiba quem é a namorada de Babu Santana

Hadson fala sobre suposta traição de Pyong Lee

Após a suposta traição do hipnólogo surgir nas redes, Hadson disse que “não passará a mão na cabeça do youtuber”. “Realmente não é o estereótipo de macho, o que não impede de ser machista e ter atitudes repulsivas também em rede nacional, inaceitáveis como qualquer outra violência contra mulheres, seja ela verbal, física, sexual. O erro dos outros também não apaga os nossos, e terceiriza-los é estagnar neles”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio