VIVENDO A PERSONAGEM

Juliana Paes abriu mão da vaidade para a novela Pantanal: “vejo beleza nisso”

A atriz afirmou que não se importou de abrir mão da sua própria vaidade para a personagem

Publicado em 15/03/2022 14:25
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Juliana Paes está no elenco do remake de Pantanal, que foi exibido originalmente nos anos 90 e sua ‘despedida’ da TV Globo, será como Maria Marruá, mãe da protagonista Juma. Mas para viver a personagem, a atriz precisou abdicar de alguns cuidados do seu dia a dia.

Maria é uma personagem sofrida, que vive no Pantanal e trabalha na roça. Com isso, os cabelos são descuidados, o rosto bastante envelhecido por causa do sol e suas mãos são calejadas do trabalho. E para que sua personagem comovesse ainda mais o público, Juliana incorporou Maria e abriu mão da própria vaidade.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: Juju Salimeni defende musas fitness: “Tirar aquele título de fútil”

“Vejo beleza nisso”

Juliana contou que, deixou os fios brancos aparecer, sem qualquer tintura e também deixou a sobrancelha crescer. “Primeiro sentei na cadeira da Val [caracterizadora], e a gente começou a imaginar como seria o rosto de uma mulher que nunca se protegeu do sol, que nunca usou protetor solar ou chapéu. Melasmas, manchas. Tem também as marcas de expressão, como fazer com que isso ficasse natural? A gente foi pensando nas linhas de expressões marcadas. Nas sobrancelhas que não são feitas. O cabelo branco. O meu cabelo branco natural que ia dando a linha do cabelo dela”, disse, em entrevista ao Gshow.

Além dos descuidos de Juliana, no dia a dia, para viver Maria Marruá, o envelhecimento da personagem e as marcas de trabalho foram feitos com maquiagem. Assim como as rugas do rosto, já que a atriz aparenta ser bem mais jovem do que a personagem. Entretanto, Paes afirmou que não se sentiu mal por deixar de lado a vaidade.

“É gratificante poder abrir mão da vaidade, da estética vigente. Mais que abrir mão disso, vejo beleza nisso. Eu vejo beleza nas olheiras, eu vejo poesia nas marcas do tempo”, finalizou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio