Kelly Key revela que conversa com filhos sobre sexo sem tabus: “é natural”

A cantora afirmou que não há distinção de gênero na criação dos filhos

Publicado em 02/05/2022 11:41
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mãe de três, Kelly Key decidiu abrir o jogo sobre a criação dos filhos e revelou que fala abertamente sobre diversas assuntos, incluindo sexo, que ainda é considerado um tabu.

De acordo com a cantora, em sua casa, é sexo é tratado como um assunto rotineiro, entretanto, sempre levando com seriedade. Kelly afirmou ainda que não há diferença na educação entre os filhos homens e Suzanna, a única filha mulher da cantora.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: No The Voice Kids, candidata canta música de Marília Mendonça e deixa Maiara aos prantos

“É natural”

“É tão natural que eu não tenho como lembrar da última vez que falei sobre sexo com meus filhos. A gente trata o assunto de uma forma muito leve, apesar de ser sério. São coisas engraçadas e curiosas que acontecem”, revelou Kelly Key, em entrevista a Rafael Godinho, da revista Quem.

Ao falar sobre sexualidade, a cantora declarou que, os jovens foram prejudicados nesse quesito, por causa da pandemia, que atrasou o início da vida da sexual e das descobertas.

“A volta da pandemia e das festas têm sido um sucesso. Meu filho está super feliz. Só isso que posso dizer. A gente tem vários assuntos sobre isso. Para os adolescentes foi um momento muito díficil, não só pelas perdas. A adolescência é uma fase de descoberta e muitos deles tiveram sua primeira experiência e a vida sexual adiada por quase dois anos”, acrescentou.

Questionada sobre a diferença na maneira que aborda sexualidade aos filhos, Kelly ressaltou que há diferença de gênero. Entretanto, ressaltou que, a diferença na conversa varia de acordo com cada filho, pois possuem personalidades diferentes.

“Acho diferentes não por ser homem ou mulher, mas porque cada filho é um filho. Não existe maternidade igual. Os meus três têm a mesma criação e se eu fizer uma comparação eles são completamente diferentes. E depois o mundo mudou. Ele está evoluindo e a gente tenta acompanhar, cada vez mais. Ainda temos a pandemia que vai marcar a infância, a adolescência e a fase adulta de todos nós”, finalizou, dizendo que estuda bastante sobre maternidade.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio