Lima Duarte (Foto: Reprodução/Instagram)

Lima Duarte foi o convidado da noite no programa Conversa com Bial, e durante sua entrevista, ele deu sua opinião sobre política e ainda falou sobre Regina Duarte ter aceitado convite do presidente para um cargo no governo. Vale destacar que, Regina já saiu da Secretaria da Cultura e agora está no comando na Cinemateca de São Paulo.

Em 1989, Lima foi convidado para ser vice-presidente de Mário Covas, mas negou dizendo que nunca viu um ator se dar bem na política. “Na época, a Maitê [Proênça] brincou comigo: ‘Vai lá. De repente, o homem morre do coração e você vira presidente”, relembrou.

VEJA MAIS: Gabriela Duarte fala sobre ‘escolhas’ e quebra o silêncio após Regina Duarte ser demitida


“Nunca vi nenhum ator, ou atriz, entrar para a política e dar certo”, afirmou e falou sobre Regina ter deixado o cargo em menos de seis meses. O ator então continuou falando sobre a atriz no cargo político “Regina caiu quando entrou”.

“Me lembrou a história da Chapeuzinho Vermelho. A Chapeuzinho perdida encontrou com o lobo, se abraçaram, vamos casar, não casou, vamos casar, casou. Eu estava esperando o resultado do casamento, e ele jantou ela”, afirmou Lima.

Por fim, Lima que criticou recentemente o governo Bolsonaro, falou: “Essas barbaridades não me assustam mais. Tomar Tubaína? O que é isso, hein? Não dá mais para pensar sobre isso, não dá para responder, não dá para analisar. Eu não quero mais ouvir falar nisso, não quero”.