Luísa Arraes fala sobre polêmica envolvendo Caio Blat: “É uma piada dentro de um círculo muito machista”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Caio Blat causou polêmica na última terça-feira (24) ao divulgar uma foto ao lado de uma mulher, que usava uma camisa branca com detalhes em vermelho dizendo: “Bruta não, mal domada”. A publicação não caiu bem e causou indignação entre famosos e anônimos.

Leia também: Programinha de casal! Caio Blat e Luísa Arraes são flagrados em restaurante após cinema no Rio

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Diante da polêmica, Caio se retratou sobre o post. “Agradeço a todos que comentaram e contribuíram com sua opinião, enriquecendo esse debate. Espantei-me com a frase, procurei saber e me surpreendi mais ainda ao saber que se tratava de um grupo de mulheres e que o bordão típico, de cunho evidentemente machista, pode ser motivo de orgulho e identidade, em outro contexto cultural, com diferente interpretação, irônica e humorada, vide a figura que acompanha a frase, com a imagem de uma mulher laçando o homem. Postei! Sem fazer nenhuma piada machista, mas como provocação, pela contradição da imagem. E fico feliz que tenha espantado tanta gente, gerado discussões e dúvidas, mostrando que nossa sociedade está amadurecendo nessa questão. E que o assunto é complexo e não se encerra aqui”, disse ele.

Agora, em entrevista à revista QuemLuísa Arraes saiu em defesa do namorado. “Tudo o que suscita o debate é incrível. Nestes dias, falamos muito disso. Algumas mulheres se sentem empoderadas com esta camiseta; outras, não. Eu faço parte das que não. Estamos discutindo muito. Acho que é uma piada dentro de um círculo muito machista, mas depende também”, explicou.

Veja mais: Tá calor! Caio Blat e Luísa Arraes são flagrados aos beijos em trânsito do Rio

“É um outro contexto. A gente tem que ter o cuidado de observar o contexto. Domar não é só dominar, é tratar bem. Por esse lado, seria: Bruta não, uma mulher que não é bem tratada pela sociedade… faz sentido. São muitas nuances”, conta.

“Acho que é mais importante a gente sair do Fla x Flu para poder discutir junto – isso em tudo da nossa democracia. Acho fundamental o debate, acho fundamental a gente falar disso. Tenho falado disso há três dias. A rede social abre espaço para o diálogo”, concluiu a atriz.

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio