Marieta Severo descreve medo de morrer intubada com Covid-19

Atriz de 74 anos teve 50% do pulmão comprometido pela doença

Publicado em 22/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Marieta Severo abriu o coração e revelou que teve medo de morrer durante o período de internação para tratamento da Covid-19, no final do ano passado, onde chegou a ser diagnosticada com quadro de pneumonia.

Em entrevista à jornalista Maria Fortuna, do jornal O Globo, a atriz de 74 anos revela que perguntou ao médico se seria intubada e morreria, visto que teve 50% do pulmão comprometido e ficou internada no mesmo hospital do marido, o diretor de teatro Aderbal Freire-Filho, que sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) em junho de 2020, no Hospital Copa Star, em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na sequência, Marieta Severo dedicou sua angústia sobre a situação do marido, além da condição atual política do país. “Nunca tive uma angústia cívica tão profunda, apesar de ser de uma geração que viveu a ditadura. Sei o que é ter uma barreira diante dos sonhos, do melhor do país, impedindo a gente de florescer em plena juventude”, lamentou.

“Aqueles tanques na rua… Como alguém defende um regime que coloca um cano de descarga na boca de um jovem, arrastado em um quartel?”, disse a global, que estará na próxima novela das nove, Um Lugar ao Sol, que possui previsão de estreia para novembro.

VEJA MAIS: Ex-cunhada de Simaria fala sobre separação da cantora em desabafo

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio