Marina Ruy Barbosa é chamada de Barbie, mas rejeita rótulo: “Não me chame!”

Publicado há 2 anos
Por Paulo Henrique Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Marina Ruy Barbosa começou o ano bem militante. A atriz de O Sétimo Guardião, acompanhou a posse de Jair Bolsonaro e resolveu comentar sobre o assunto nas redes sociais.

Leia também: Sophia Abrahão acha seu rosto o “mais comum do mundo” e Marina Ruy Barbosa responde

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Nós temos que desejar e torcer sempre por um país melhor, independente de quem esteja governando. Vamos aguardar os próximos capítulos…”, disse a estrela, que é casada com Xande Negrão. No entanto, a fala da atriz não agradou boa parte dos fãs, que não pouparam críticas.

Veja mais: Marina Ruy Barbosa responde perguntas dos fãs no Instagram e fala sobre fake news

Uma seguidora, por exemplo, disparou: “Torcer pra um machista, racista, homofóbico? Não, obrigada, Barbie”. Ao notar o comentário da fã, Marina rebateu e de quebra rejeitou o rótulo de Barbie. “Não é torcer pelo presidente, é torcer pelo país… e não me chame de Barbie”, pediu.

Marina Ruy Barbosa rebate fã (Foto: Reprodução/ Twitter)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio