Mário Frias afirma que estado ‘precário’ da Cinemateca Brasileira é ‘herança maldita’

Ex-ator é secretário de cultura do governo de Jair Bolsonaro

Publicado em 30/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mário Frias, atual secretário de cultura do Governo de Jair Bolsonaro, não cansa de polemizar! Desta vez ele virou assunto nas redes sociais, ao disparar que a Cinemateca Brasileira, é “uma das heranças malditas do governo apocalíptico petista”.

A fala polêmica veio em resposta ao deputado Paulo Pimenta(PT), após ele dizer que enquanto a Cinemateca queimava, estava ao lado do seu braço direito André Porciúncula, em Roma.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O estado que recebemos a Cinemateca é uma das heranças malditas do governo apocalíptico do petismo, que destruiu todo o estado para rapinar o dinheiro público e sustentar uma imensa quadrilha de corrupção e sujeira criminosa. Não tivessem feito isto teríamos verba para criar mil novas Cinematecas”, escreveu.

A Cinemateca Brasileira foi atingida por um grave incêndio na última quinta-feira(29). O prédio de 9,5 mil m² localizado na Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo, teve o galpão de arquivo comprometido, uma área com cerca de 1 mil m².

VEJA TAMBÉM: Mariana Rios faz balanço da vida após pandemia de covid-19

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio