Paola Carosella é detonada após chamar bolsonaristas de burros e ganha apoio de Felipe Neto: “está certíssima”

A ex-jurada do Masterchef sofreu uma tentativa de boicote dos bolsonaristas

Publicado em 24/05/2022 14:09
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Viralizou um vídeo de Paola Carosella chamando os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro de ‘burros e escrotos’, o que gerou uma grande polêmica e onda de ataques à cozinheira. Ao ver os ataques, Felipe Neto saiu em defesa da chef e concordou com as palavras ditas por ela.

As falas que viralizaram são de uma entrevista de Paola para o DiaCast, em que Paola afirmou que, não se relaciona com bolsonaristas e pessoas que insistem em defender o governo Bolsonaro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Fica muito difícil se relacionar com alguém que [é bolsonarista], por dois motivos: ou porque é um escroto, ou porque é burro. Acho que ficou muito claro que [Jair Bolsonaro] não teve nunca um programa de governo, que não faz a mínima ideia do que está fazendo, que está lutando contra um comunismo que não existe, meio lutando contra os moinhos de vento [Dom Quixote]”, declarou, na entrevista.

Veja mais: Deolane Bezerra afirma ser alvo de preconceito no condomínio onde mora

“Está certíssima”

Após viralizar, os ataques se intensificaram e bolsonaristas promoveram até boicote aos restaurantes de Paola Carosella. Felipe Neto, que também é contra o atual governo e não esconde sua posição política, defendeu a chef e concordou com as palavras ditas por ela, também recebendo ataques de ódio.

“Paola Carosella está certíssima. Todo bolsonarista ou é escroto, ou burro. O único erro dela foi porque eu colocaria um ‘colossalmente’ antes de cada adjetivo. Bolsonarista não é apenas ‘escroto’, é ‘colossalmente escroto’ ou ‘colossalmente burro’”, disse em seu Twitter.

Felipe Neto seguiu em defesa de Paola e ironizou bolsonaristas que promoveram uma tentativa de boicote aos restaurantes da chef.

“Morrendo de rir com bolsonaristas achando que vão cancelar uma das melhores chefs de cozinha do mundo. Só 36% do país aprova esse genocida aliado da milícia. Vocês não cancelam mais ninguém. Não conseguiram comigo e não conseguirão com a Paola”, encerrou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio