Pastor que desejou morte de Paulo Gustavo pede desculpas

Religioso pediu perdão em carta destinada ao ator

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

José Olímpio, pastor da igreja Assembleia de Deus de Alagoas, pediu desculpas após ‘desejar’, publicamente, a morte de Paulo Gustavo, humorista internado em estado grave com covid-19. Em uma carta destinada ao ator, o religioso pediu perdão ao famoso.

“Peço desculpa, pois nunca foi intenção do meu coração ferir, ofender ou machucar a nenhum dos ofendidos (que não aos milhares), a começar do ator Paulo Gustavo, que foi atingido diretamente, passando por seus familiares, amigos, admiradores e muitos fãs, pois o mesmo é uma pessoa querida no mundo artístico”, disse José.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA MAIS: Andressa Urach faz novos procedimentos estéticos e mostra o resultado

+ BBB21: Viih Tube ‘paga peitinho’ durante o banho; veja o vídeo

Em outra parte, o pastor diz: “quão tolo eu fui! Por ter escrito a sandice que escrevi, mesmo sem no meu íntimo desejar a morte de ninguém, pois apesar de minhas fraquezas, sou um cristão convicto”.

O pastou havia feito uma publicação nas redes sociais em que Gustavo aparece atrás de um crucifixo. Na legenda, Olímpio havia escrito: “Esse é o ator Paulo Gustavo, que alguns estão pedindo orações e reza. E você vai orar ou rezar? Eu rezo para que o dono dele o leve para junto de si”.

+ Com covid-19, Paulo Gustavo tem ‘curva de melhora’

“O dono” para o pastor seria o diabo, pelo fato de Paulo ser gay, casado com dermatologista Thales Bretas. Nas redes sociais, os internautas ficaram indignados com a atitude do religioso.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio