Polícia Civil faz investigação de agressão a cinegrafista da GloboNews

Leandro Matozo, cinegrafista, foi vítima de violência em Aparecida do Norte

Publicado em 13/10/2021 18:15
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A agressão contra Leandro Matozo, cinegrafista da GloboNews, que ocorreu durante a tarde desta terça-feira (12), em Aparecida do Norte, será investigada pela Polícia Civil. Foi aberto um boletim de ocorrência sobre o caso, segundo informações confirmadas pela SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo).

De acordo com o SJSP (Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo), o agressor se chama Gustavo Milsoni, professor da Escola Estadual Cid Boucault, em Mogi das Cruzes, e apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Os dois foram ouvidos pelos policiais, que registraram um BOPM, e os orientaram a prosseguir com o registro do fato na delegacia da área. A Polícia Civil, ao tomar conhecimento do caso, registrou um boletim de ocorrência e trabalha para esclarecer todas as circunstâncias dos fatos”, diz o comunicado sobre a situação do profissional da GloboNews.

Ainda segundo o comunicado divulgado em questão, o cinegrafista da GloboNews e o professor foram encontrados, mas o profissional que foi vítima da violência se recusou a passar pelo atendimento médico.

VEJA MAIS: Zileide Silva, jornalista da Globo, desabafa sobre câncer de mama

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio